Bolsas da Europa recuam após dados fracos da Alemanha

Bandeira da União Europeia. Bolsas da Europa

As bolsas da Europa fecharam em queda nesta sexta-feira (07). O quadro negativo é justificado pela divulgação da produção industrial alemã, além da publicação do payroll dos Estados Unidos.

O escritório oficial de estatísticas alemão, Destatis, informou recentemente que a produção industrial diminuiu 0,8% em agosto em relação a julho. O resultado veio fora das expectativas, analistas do Wall Street Journal previam um declínio de 0,5%.

Ainda em solo europeu, o Credit Suisse seguia em foco. As ações do banco reagiram com alta superior a 5%, após o banco anunciar uma recompra de bônus, equivalente a 3 bilhões de francos suíços, amenizando a situação de saúde financeira da instituição.

Além disso, de acordo com informações divulgadas hoje pelo Departamento do Trabalho norte-americano, houve 263 mil adições líquidas de empregos na economia em setembro. O resultado ficou aquém da expectativa mediana de 270 mil vagas feita pelos analistas ouvidos pela Projeções Broadcast.

Ao contrário das previsões , a taxa de desemprego nos Estados Unidos caiu para 3,5% em setembro, de 3,7% em agosto. O Departamento de Trabalho norte-americano confirmou o número de criação de vagas em agosto, em 315 mil. 

🇩🇪 DAX -1,59%

🇫🇷 CAC -1,17%

🇬🇧 FTSE -0,09%

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?