Alívio no setor imobiliário chinês impulsiona minério de ferro

Alívio no setor imobiliário chinês impulsiona minério de ferro


(Bloomberg) – O minério de ferro voltou a ultrapassar US$ 110 por tonelada, atingindo o maior preço em mais de cinco semanas. A expectativa é que o plano do governo chinês de aliviar as restrições ao setor imobiliário aumente a demanda.

Os contratos futuros de minério subiram mais de 9% em Singapura. A alta ganhou fôlego após a divulgação de dados alfandegários mostrando que as importações chinesas de minério de ferro alcançaram o maior nível em mais de um ano.

O consumo tende a se recuperar em dezembro, com a retomada da produção de aço e a ampliação das margens de lucro das siderúrgicas. Em um impulso adicional, líderes do governo prometeram estabilizar a economia e fornecer moradia a custos mais acessíveis no ano que vem.

A melhora no sentimento do mercado imobiliário alavancou a valorização do minério na terça-feira, segundo Ban Peng, analista da Maike Futures. Ainda assim, a recuperação do mercado é motivada principalmente pela expectativa de maior produção de aço em dezembro e no primeiro trimestre.

A cotação do minério de ferro sofreu grande volatilidade este ano. A commodity perdeu mais da metade do valor desde maio diante de limitações à produção e à emissão de poluentes, além da turbulência no setor imobiliário desencadeada pela crise da dívida da China Evergrande Group.

Subsídios à habitação

O governo chinês vai “apoiar o mercado habitacional para melhor atender às necessidades razoáveis dos compradores” e construir mais residências subsidiadas, de acordo com um relato da agência de notícias estatal Xinhua na segunda-feira. Além disso, as autoridades facilitarão o “desenvolvimento saudável” do setor imobiliário.

Órgãos governamentais também tomaram medidas de apoio à economia. O banco central anunciou a redução do depósito compulsório para a maioria das instituições financeiras, o que deve liberar 1,2 trilhão de yuans (US$ 188 bilhões) em liquidez.

Produção siderúrgica

As autoridades fizeram repetidas promessas para diminuir a produção de aço este ano e as usinas estão a caminho de cumprir a meta. O setor registrou a menor produção mensal em quase quatro anos em outubro.

No entanto, os riscos no setor – que é grande fonte de poluição do ar – persistem, enquanto o governo se esforça para ter céu azul durante os Jogos Olímpicos de Inverno.

“A alta dos preços pode ser restrita porque medidas ambientais de precaução podem desacelerar o ritmo de retomada da produção de aço, e o reabastecimento das usinas no inverno é sazonal”, disse Ban, da Maike.

Analista da Rico Corretora ensina ferramentas práticas a extrair lucro do mercado financeiro de forma consistente. Inscreva-se Grátis.

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Receba o TradeNews no seu e-mail

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?