Alta mais rápida de juros e redução do balanço patrimonial do Fed pode ser necessária, mostra ata do Fomc

Alta mais rápida de juros e redução do balanço patrimonial do Fed pode ser necessária, mostra ata do Fomc

[ad_1]

Em meio às maiores pressões sobre a inflação e o fortalecimento do mercado de trabalho, os integrantes do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) julgaram que as políticas promovidas pelo ritmo de compras de ativos durante a pandemia já não seriam mais necessárias, mostrou a a ata da última reunião do Comitê do Federal Reserve, divulgado nesta quarta-feira (5).

A maioria dos integrantes ainda julgou que as condições para uma alta da taxa de juros poderão ser atendidas relativamente em breve se o ritmo recente de melhora do mercado de trabalho continuar. Diversos integrantes do Fed também avaliam que o mercado de trabalho já atingiu a meta de ‘emprego máximo’.

Assim, pode ser necessário que o banco central dos EUA não apenas aumente as taxas de juros mais cedo do que o esperado, mas também reduza seus balanço para domar a alta inflação.

“Os participantes em geral observaram (…) que pode ser necessário aumentar a taxa mais cedo ou em um ritmo mais rápido do que os participantes haviam previsto anteriormente. Alguns participantes também observaram que poderia ser apropriado começar a reduzir o tamanho do balanço do Federal Reserve relativamente logo depois de começar a aumentar a taxa”, afirma a ata.

Os integrantes do Comitê avaliaram que os riscos para a inflação foram direcionados para o lado positivo. Vários deles discutiram o perigo de que altos níveis recentes de inflação poderiam aumentar as expectativas de elevação de preços de longo prazo para níveis superiores ao da meta do Comitê de política monetária.

A incidência da variante ômicron do coronavírus também foi destacada. Muitos apontaram que a emergência da variante tornou as perspectivas econômicas mais incertas, mas também houve observações de que a variante não alterou fundamentalmente o caminho de recuperação econômica dos EUA.

Os integrantes do Fomc também discutiram quando podem começar a reduzir o balanço patrimonial de US $ 8,8 trilhões do Fed, que mais que dobrou desde o início da pandemia de Covid.

Em sua última reunião de política monetária, no mês passado, o Fed disse que acelerará o processo de redução de suas compras de títulos e sinalizou que promoverá três aumentos de 0,25 ponto percentual nos custos dos empréstimos em 2022.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui!

[ad_2]

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?