Apple confunde usuários com diretrizes para comercialização de NFTs na AppStore

Foto com o logo da empresa Apple. Uma das maiores companhias dos EUA

A Apple continua a alimentar sua relação controversa com os Tokens Não Fungíveis (NFTs).

A empresa publicou nesta terça-feira (25) uma atualização para suas diretrizes sobre NFTs na App Store. Em resumo, NFTs podem existir em aplicações na App Store,mas não podem desbloquear funcionalidades ou conteúdos adicionais.

“Os aplicativos podem usar o recurso de compras para fazer vendas e vender serviços relacionados a Tokens Não Fungíveis (NFTs)”, dizem as novas diretrizes. “Os aplicativos podem permitir que os usuários visualizem seus próprios NFTs, desde que a propriedade do NFT não desbloqueie recursos ou funcionalidades dentro do aplicativo.”

Isso pode realmente impedir os usuários de comprar NFTs, já que um dos principais casos de uso dos tokens não fungíveis é justamente o desbloqueio de conteúdo via token. Por exemplo, os NFTs Moonbirds e Bored Ape Yacht Club oferecem aos titulares acesso exclusivo a vários canais de comunicação, produtos e outras vantagens.

Além disso, os desenvolvedores não tem permissão para criar “botões, links externos ou outros apelos à ação” que possam dizer aos usuários como burlar a App Store para comprar NFTs por meio de outras plataformas. Por outro lado, a Apple quer que seus usuários façam compras no aplicativo.

E pagar em criptomoeda não é uma opção.

As diretrizes de revisão da empresa são importantes porque informam aos desenvolvedores o que eles podem ou não publicar na App Store. A violação dessas políticas pode resultar na rejeição ou remoção do aplicativo.

Esta última atualização faz total sentido, considerando que a Apple anunciou anteriormente que receberia um corte robusto de 30% de todos os NFTs vendidos em aplicativos oferecidos por meio de sua plataforma.

Há um mês, as notícias da taxa de 30% da NFT decepcionaram o CEO da Epic Games e apoiador de criptomoedas, Tim Sweeney, que disse que a Apple “deve ser interrompida” porque a medida estava “esmagando outra tecnologia nascente que poderia rivalizar com seu serviço de pagamento no aplicativo grotescamente superfaturado.”

Além de apenas NFTs, a Apple também revisou alguns de seus idiomas em torno dos aplicativos de troca de criptomoedas listados em sua App Store.

“Os aplicativos podem facilitar transações ou transmissões de criptomoedas em uma exchange aprovada, desde que sejam oferecidos apenas em países ou regiões onde o aplicativo tenha licenças e permissões apropriadas para fornecer uma exchange de criptomoedas”, afirmam as diretrizes.

(Com Decrypt)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?