Aquisições gigantescas se tornaram corriqueiras em 2021

Aquisições gigantescas se tornaram corriqueiras em 2021


(Bloomberg) — Aquisições transformadoras são o ponto alto deste ano recorde de negócios, com muitos compradores ousando fechar transações muito maiores do que todas que já haviam feito.

Os bancos de Wall Street vêm embolsando enormes receitas ao ajudar empresas a capturar presas maiores. Cerca de 60% das grandes aquisições deste ano foram as maiores que a parte compradora já havia anunciado, de acordo com uma análise da Bloomberg de transações de pelo menos US$ 1 bilhão. Em média, esses negócios eram cerca de 10 vezes maiores do que todos os outros já feitos pela parte compradora.

A cada dia útil, um passo ousado era anunciado. Aproximadamente 300 companhias selaram suas maiores aquisições este ano, segundo a análise. Não faltam exemplos de executivos que agigantaram suas ambições.

Só esta semana, a Oracle acertou sua maior aquisição, pagando US$ 28,3 bilhões pela provedora de sistemas de registros médicos Cerner, enquanto o Bank of Montreal fez sua maior compra ao desembolsar US$ 16,3 bilhões pela divisão Bank of the West do BNP Paribas. As transações ajudaram o total global de negócios a superar US$ 5 trilhões pela primeira vez em um ano-calendário.

Este mês, a empresa australiana de biotecnologia CSL assinou a compra da suíça Vifor Pharma por quase US$ 12 bilhões. A DoorDash, comandada pelo cofundador Tony Xu, informou em novembro a aquisição do aplicativo finlandês de entrega de comida Wolt Enterprises por US$ 8 bilhões. Em ambos os casos, as transações tinham quase 20 vezes o tamanho de qualquer aquisição anterior da compradora.

“Estamos em um ambiente onde os clientes estão motivados e empoderados a fazer negócio”, afirmou Cathal Deasy, co-diretor global de fusões e aquisições no Credit Suisse Group. “Tendências impulsionadas por ruptura tecnológica, mudança climática e pandemia estão sujeitando os ecossistemas de muitos setores a alterações dramáticas e desafiando as diretorias a reavaliar suas opções estratégicas.”

A Square, firma de pagamentos de Jack Dorsey, concordou em agosto em comprar a australiana Afterpay, do segmento de “compre agora, pague depois”, por US$ 29 bilhões em ações. A Square nunca havia anunciado uma aquisição superior a US$ 300 milhões, mostram os dados da Bloomberg.

Mesmo empresas pouco conhecidas estão entrando no jogo. No setor financeiro do Catar, o Masraf Al Rayan fez uma fusão com o rival Al Khalij Commercial Bank em uma operação de US$ 2,2 bilhões concluída no mês passado. A Okta, fabricante de software de verificação de identidade, comprou a concorrente Auth0 este ano por US$ 6,5 bilhões. Nenhuma dessas instituições havia feito um acordo acima de US$ 50 milhões anteriormente.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui!

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Receba o TradeNews no seu e-mail

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?