Bolsas americanas avançam, impulsionadas por possível suavização do aperto monetário pelo Fed; techs sobem e Twitter cai em meio a rumores de demissões

ben-mater-lA-wfuq-7CQ-unsplash

As principais bolsas de Nova York fecharam em alta firme nesta sexta-feira (21). Após abrirem negativos, reagindo a uma nova rodada de divulgação de balanços corporativos, os principais índices acionários passaram a operar em território positivo, reagindo a declarações de dirigentes do Fed antes do período de silêncio que precede as reuniões da instituição. Notícias de que o banco central americano pode reduzir o ritmo do aperto monetário no país a partir de dezembro, a fim de evitar “exageros” e prejudicar demais a economia, animaram os investidores.

Novas declarações de presidentes de distritais da instituição, como Mary Daly, de São Francisco, motivaram um aumento das apostas de que o Fed será mais “dovish” em relação às altas de juros a partir de dezembro, o que é positivo para os mercados acionários. Charles Evans, de Chicago, ainda disse que prevê uma desaceleração significativa da inflação nos Estados Unidos em 2023.

▪️ Dow Jones +2,47%
▪️ S&P500 +2,38%
▪️ Nasdaq +2,31%

Entre os destaques de hoje, o Twitter caiu 4,81%, com investidores repercutindo a notícia veiculada pelo The Washington Post de que Elon Musk, potencial comprador da companhia, pretende demitir quase 75% dos funcionários assim que assumir o controle da rede social. Além disso, relatos de que o governo dos Estados Unidos pretende submeter uma série de negócios do bilionário a revisões de segurança nacional, incluindo a compra da plataforma, também pressionaram os papéis hoje.

O setor de energia teve alta, na esteira dos ganhos do petróleo no mercado internacional. A ExxonMobil subiu 1,90% e atingiu uma nova máxima histórica, enquanto Chevron e Schlumberger avançaram 2,50% e 10,29%, respectivamente.

A maior parte das techs, que reportam resultados na semana que vem, também avançaram no pregão de hoje, com Alphabet, Apple e Intel subindo 1,16%, 2,71% e 3,41%, respectivamente. Os papéis do setor foram muito pressionados ao longo do trimestre, com o índice Nasdaq registrando queda anual de cerca de 31% até o momento. A expectativa é de que os resultados das companhias sejam fracos, porém, o movimento pode abrir margem para grandes ganhos, caso os números venham acima do esperado.

(Com Agência Estado e The Wall Street Journal)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?