Bolsas americanas despencam após divulgação de CPI de agosto

ben-mater-lA-wfuq-7CQ-unsplash

As principais bolsas de Nova York fecharam em forte queda nesta terça-feira (13), a pior desde junho de 2020, após a divulgação dos dados do índice de preços ao consumidor (CPI) de agosto nos Estados Unidos. O avanço de 0,1% frustrou expectativas de analistas, que apostavam em uma deflação de mesma magnitude, e praticamente confirma a postura hawkish a ser adotada pelo Fed em relação ao aperto de juros no futuro.

A probabilidade de uma alta de juros de 0,50 ponto percentual foi praticamente descartada pela maior parte das casas de análise, enquanto algumas passaram a indicar a possibilidade até mesmo de uma de 1 ponto percentual, nem mesmo cogitada antes da divulgação do CPI.

▪️ Dow Jones -3,94%
▪️ S&P500 -4,32%
▪️ Nasdaq -5,16%

Do lado negativo, destaque para os papéis de empresas de tecnologia, que são considerados ativos de risco pelo mercado. A Amazon despencou 7,06% e a Intel, 7,19%, enquanto Microsoft e Apple caíram 5,50% e 5,87%.

A Tesla recuou 4,04%, enquanto o Twitter subiu 0,80%, após os acionistas da companhia aprovarem a aquisição da rede social pelo bilionário Elon Musk por US$ 44 bilhões.

No setor de energia, ExxonMobil e Chevron recuaram 2,34% e 1,90%, respectivamente, na esteira das perdas do petróleo no mercado internacional.

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?