Bolsas americanas recuam, com varejo, Fed e tensões geopolíticas no radar

ben-mater-lA-wfuq-7CQ-unsplash

As principais bolsas de Nova York fecharam em queda nesta quarta-feira (16), com dados do varejo e declarações de dirigentes do Fed no radar. Apesar de indicações de que uma desaceleração no ritmo da alta de juros pode estar próxima, alguns executivos reforçaram a necessidade do combate à alta de preços, tendo em vista a “resiliência” da economia do país. Além disso, as tensões geopolíticas provocadas pelo míssil que atingiu a Polônia colaboraram para a maior cautela verificada no mercado.

Os números divulgados hoje pelo Departamento do Comércio para as vendas no varejo nos Estados Unidos indicaram um avanço mensal de 1,3%, acima do esperado pelo mercado e que reforça a crença de que a economia do país segue forte, o que pode agravar a situação da inflação e motivar a manutenção de uma postura hawkish pelo Fed.

A presidente da distrital de Kansas City da instituição, Esther George, alertou que o banco central americano pode não conseguir controlar adequadamente a inflação sem induzir uma recessão, ainda que tenha ressaltado que o ritmo do aperto ainda deve ser menor. Enquanto isso, John Williams, da distrital de Nova York, disse que a prioridade deve ser restaurar a estabilidade de preços, tom considerado mais “duro” pelo mercado.

▪️ Dow Jones -0,11%
▪️ S&P500 -0,82%
▪️ Nasdaq -1,54%

Entre os destaques de hoje, a Target recuou 13,14%, após reportar um recuo nas vendas e apesar do bom desempenho do setor.

A Chevron e a ExxonMobil recuaram 1,63% e 1,07%, respectivamente, na esteira da desvalorização do petróleo no mercado internacional.

A Tesla teve queda de 3,86%, enquanto Amazon e Apple recuaram 1,84% e 0,83%, respectivamente.

(Com Agência Estado e The Wall Street Journal)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?