Bolsas da Ásia fecham em baixa, com sessão marcada por anúncio do BC chinês

3C5EC980-25C6-44D8-800C-771C6FEE59D5

As bolsas da Ásia fecharam majoritariamente em queda nesta segunda-feira (20), ainda sob temores de que os apertos monetários no Ocidente levem a uma recessão global. Além disso, repercutiu a manutenção da política acomodatícia pelo Banco Popular da China (PBoC).

Conforme o esperado, a autoridade monetária da segunda maior economia do mundo manteve os juros de referência inalterados em sua decisão mensal. A taxa básica de empréstimos de um ano ficou em 3,70%, enquanto a taxa de cinco anos, referência para hipotecas, ficou em 4,45%.

Na semana passada, o BC chinês havia mantido os juros da linha de crédito de médio prazo inalterada, em 2,85%, e injetado 200 bilhões de yuans — equivalente a US$ 29,78 bilhões — de liquidez no sistema bancário do país, através de empréstimo de médio prazo.

O índice de Xangai reduziu perdas diante da decisão e fechou em queda marginal, enquanto o de Hong Kong registrou ganhos na sessão. Por outro lado, as bolsas japonesa e sul-coreana tiveram perdas, frente às preocupações com uma possível recessão econômica.

Assim como a China, o Japão também tem mantido estímulos monetários. Na semana passada, o Banco do Japão (BoJ) reiterou a postura ultra-acomodatícia. Ambos os bancos centrais vão na contramão dos do Ocidente, que adotaram ou se preparam para começar apertos monetários, a fim de combater a inflação. O Federal Reserve anunciou este mês o maior reajuste da taxa de juros desde 1994, enquanto o BC da Suíça elevou juros pela primeira vez desde 2007.

Na Coreia do Sul, os papéis da Samsung derrubaram o índice, após analistas da DB Financial Investment cortarem o preço-alvo do papel.

🇨🇳 Shanghai -0,04% (3.315,43)

🇯🇵 Nikkei -0,74% (25.771,22)

🇭🇰 Hang Seng +0,42% (21.163,91)

🇰🇷 Kospi -2,04% (2.391,03)

 

Com informações do Dow Jones Newswires.

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Receba o TradeNews no seu e-mail

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?