Bolsas da Ásia fecham em queda, à espera de decisão do Fed

4AE21CAC-E86C-4452-B7F4-05A5EB0C01DD

As bolsas da Ásia fecharam em queda generalizada nesta segunda-feira (13), em compasso de espera pela decisão do Fed. Os índices caíram majoritariamente em torno de 3%, enquanto Xangai teve perdas reduzidas por conta do desempenho positivo de ações de montadoras de automóveis.

O banco central americano inicia amanhã a reunião de política monetária, cuja duração é de dois dias. A decisão sai na quarta-feira, e a maioria dos investidores consultados pelo Wall Street Journal acredita em um reajuste de 0,5 p.p. da taxa de juros dos EUA. Entretanto, números mais recentes da inflação ao consumidor dos EUA intensificaram globalmente temores de que o Fed adote uma postura mais rígida daqui por diante para combater a inflação.

A possibilidade de uma diferença ainda maior entre as taxas de juros dos EUA e do Japão — que se encontra em uma política de acomodação monetária — pressionou o iene para mais abaixo. A moeda japonesa caiu para o menor nível desde 1998, cotada a 135 ienes por dólar.

O enfraquecimento do câmbio tende a impulsionar os lucros dos exportadores japoneses, mas as ações do setor de exportação recuaram no pregão de hoje, diante de preocupações quanto ao impacto do aperto monetário do Fed para a economia global. Os papéis da Toyota recuaram 3,3%, enquanto os da empresa de tecnologia Sony caíram 4,9%.

“A preocupação é tanta que quaisquer expectativas de lucros com um iene fraco se dissiparam”, disse Masahiro Ichikawa, estrategista na Sum­it­omo Mit­sui DS As­set Man­age­ment. 

“A reabertura da China é também um fator de peso”, afirma Ichikawa, pois ajudaria a normalizar a cadeia de suprimentos. Dados da semana passada revelaram que as exportações chinesas subiram em maio, diante do relaxamento dos bloqueios para contenção da Covid-19.

Na Coreia do Sul, o índice Kospi fechou na mínima do dia, atingindo o nível mais fraco de fechamento desde novembro de 2020. Ações de montadoras, siderúrgicas e empresas de tecnologia se destacaram entre as maiores baixas, em meio a preocupações com o aperto monetário do Fed e com uma greve de caminhoneiros sul-coreanos. A bolsa de valores do país também viu investidores estrangeiros e institucionais desfazerem posições. Os papéis da Hyundai despencaram 5,2%, enquanto a Samsung recuou 2,7%.

🇨🇳 Shanghai -0,89% (3.255,55 pts)

🇯🇵 Nikkei -3,01% (26.987,44 pts.)

🇭🇰 Hang Seng -3,39% (21.067 ,58 pts.)

🇰🇷 Kospi -3,52% (2.504,51 pts.)

 

Com informações do Dow Jones Newswires.

 

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Receba o TradeNews no seu e-mail

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?