Bolsas da Ásia fecham em queda, após decisão do Fed e dados da China

wance-paleri-NnRIrQ1USyw-unsplash (1)

As bolsas da Ásia encerraram em baixa nesta quinta-feira (15). Investidores avaliaram a alta de juros anunciada ontem pelo Federal Reserve (Fed) e indicadores da China, que frustraram expectativas.

Na agenda de indicadores, a produção industrial chinesa cresceu 2,2% em novembro na comparação anual, desacelerando após ganho de 5% visto em outubro. Analistas ouvidos pelo Wall Street Journal previam alta de 3,7%.

Já as vendas no varejo do país caíram 5,9% em novembro na mesma comparação, ante expectativa de redução de 3,3% dos economistas.

O ING afirma que a Covid-19 prejudicou as vendas no varejo chinês, em quadro também de produção crescendo em ritmo mais fraco e com a demanda externa “fraca”. O contexto deve continuar em dezembro, com expectativa por alta nos casos da doença e problemas de falta de trabalhadores afetando a atividade, o que pode levar a nova leitura fraca das vendas no varejo do país em dezembro, acredita o banco.

Em relatório a clientes, o ING afirma que depois dos dados de hoje mantém sua previsão de que o Produto Interno Bruto (PIB) do gigante asiático recuará 0,4% no quarto trimestre, na comparação com igual período do ano passado. Em todo o ano atual, ele projeta crescimento de 3,4% na economia do país.

Entre ações em foco na China, papéis ligados ao consumo e ao setor de energia pressionaram o mercado. Yonghui Superstores teve baixa de 1,4% e Yankuang Energy Group, de 2,7%. Enquanto isso, montadoras e fabricantes de microchips operaram entre as altas, com CATL avançando 5,3%, após a empresa assinar uma cooperação com a Huawei.

Na bolsa de Tóquio, o índice Nikkei terminou em queda, com papéis do setor de eletrônicos entre as perdas, em meio a preocupações sobre a perspectiva para os juros nos EUA. Lasertec recuou 2,1% e Keyence, 1,8%.

Em Seul, a bolsa sul-coreana teve dia negativo para ações ligadas à internet e a eletrônicos. Kakao Corp. caiu 5,8%, após o órgão antitruste acusar uma companhia de investimentos detida pelo fundador da Kakao de desrespeitar regulações.

Em Hong Kong, os dados da China pesaram, com ações de tecnologia e consumo mais pressionadas. Baidu teve baixa de 4,1% e Alibaba Group, de 4%.

🇨🇳 Shanghai -0,25% (3.168)

🇯🇵 Nikkei -0,37% (28.051)

🇭🇰 Hang Seng -1,55% (19.368)

🇰🇷 Kospi -1,60% (2.360)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?