Bolsas da Ásia fecham mistas, com dados de inflação e PMIs japoneses

wance-paleri-s7gyjnH7Ulk-unsplash

As bolsas da Ásia fecharam sem direção única nesta sexta-feira (22), ante novos dados da economia do Japão. Investidores também digeriram o reajuste de 0,5 p.p. do BCE ontem, o primeiro aumento de juros na Europa em mais de dez anos.

O núcleo da inflação ao consumidor japonês ficou em 2,2% na taxa anual em junho, acima da meta de 2% do Banco do Japão (BoJ) pelo terceiro mês consecutivo. A alta dos preços desafia a análise da instituição de que a recente guinada inflacionária na terceira maior economia do mundo é temporária.

Já o PMI industrial do Japão caiu de 50,7 em junho para 49,5 em julho na leitura preliminar, enquanto o setor de serviços recuou de 54 em junho para 51,2 em julho. O PMI composto, que engloba os setores industrial e de serviços, saiu de 53 para 50,6 no período.

“A retomada será bem lenta”, afirmou Takeshi Minami, economista-chefe no Instituto de Pesquisa Norinchukin. “O momentum seria forte se nada tivesse acontecido, mas o impacto da alta dos preços e uma sétima onda de Covid-19 está suprimindo-o consideravelmente”.

🇨🇳 Shanghai -0,06% (3.269)

🇯🇵 Nikkei +0,40% (27.914)

🇭🇰 Hang Seng +0,17% (20.609)

🇰🇷 Kospi -0,06% (2.269)

(Com Reuters e Agência Estado)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Related Posts

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE