Bolsas da Ásia fecham negativas, com aperto monetário e mortes por Covid-19 na China

wance-paleri-NnRIrQ1USyw-unsplash (1)

As bolsas da Ásia fecharam em queda generalizada nesta segunda-feira (19), após Pequim registrar as primeiras mortes por Covid-19 em duas semanas. Pesam também as perspectivas de recessão econômica global, após três grandes bancos centrais subirem juros na semana passada.

O índice de Xangai liderou as perdas da sessão, após autoridades de saúde da China anunciarem, hoje, duas novas mortes por Covid-19, ambos na capital, Pequim. O país não registrava óbitos desde 4 de dezembro, embora haja relatos não oficiais de uma nova onda de casos da doença, após o relaxamento da política de Covid-zero.

Na metodologia chinesa, são contabilizadas como mortes por Covid-19 apenas as pessoas que falecem diretamente pelo vírus. São excluídas pessoas cujas condições subjacentes, como diabetes e doenças cardíacas, foram agravadas pela doença.

Os mercados asiáticos também acompanham as preocupações do Ocidente com uma desaceleração econômica global. Os temores sobressaíram após o Federal Reserve (Fed), Banco Central Europeu (BCE) e Banco da Inglaterra (BoE) subirem juros em 0,5 ponto percentual na semana passada, sinalizando novos apertos pela frente.

🇨🇳 Shanghai -1,92% (3.107)

🇯🇵 Nikkei -1,05% (27.238)

🇭🇰 Hang Seng -0,50% (19.353)

🇰🇷 Kospi -0,33% (2.352)

 

(Com Agência Estado, Reuters e Dow Jones Newswires)

 

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?