Bolsas da Ásia fecham negativas, em meio a temores de recessão global

stock-market-gbda2d8e9a_1920

As bolsas da Ásia fecharam em queda generalizada pela terceira sessão consecutiva nesta sexta-feira (23), em meio a temores de uma recessão econômica global. A bolsa japonesa não operou devido a um feriado, enquanto outras praças asiáticas atingiram mínimas históricas.

O índice de Hong Kong desceu ao menor nível em cerca de 11 anos, enquanto o sul-coreano Kospi fechou na menor pontuação desde outubro de 2020.

As taxas de juros subiram acentuadamente esta semana nos Estados Unidos, Reino Unido, Suécia, Suíça e Noruega – entre outros lugares -, mas foi a sinalização do Federal Reserve sobre manter altas taxas nos EUA até 2023 que desencadeou o recente sell-off das bolsas mundiais.

Investidores digerem a perspectiva de um aumento muito mais agressivo nas taxas de juros dos EUA, enquanto os mercados de câmbio permanecem voláteis após a intervenção do Japão para sustentar o iene.

O euro e o iene caíram para mínimas de 20 anos na quinta-feira (22), até que o governo do Japão anunciou uma intervenção no mercado de câmbio pela primeira vez desde 1998 para comprar iene e conter sua desvalorização expressiva. O iene, então, se manteve estável em 142,29 por dólar e a caminho de sua melhor semana em mais de um mês.

🇨🇳 Shanghai -0,66% (3.088)

🇭🇰 Hang Seng -1,18% (17.933)

🇰🇷 Kospi -1,81% (2.290)

 

(Com Agência Estado, Dow Jones Newswires e Reuters)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?