Bolsas da Ásia fecham positivas, acompanhando NY; plano de reestruturação da Evergrande fica no radar

D557FEA7-8184-443B-901E-643D7E4EC62E

As bolsas da Ásia fecharam em alta generalizada nesta quarta-feira (20), em linha com o rali em Wall Street na véspera. O otimismo inspirado pelo mercado americano colocou em segundo plano o contexto da Covid-19 na China.

As bolsas de Nova York fecharam ontem na maior alta diária em mais de três semanas, diante de balanços trimestrais de empresas americanas melhores que o esperado. Investidores também refletiram o alívio nas expectativas para a decisão do Fed da próxima semana. O mercado agora precifica um reajuste de 0,75 p.p., ao invés do 1 p.p anteriormente especulado.

No cenário corporativo da China, a gigante imobiliária Evergrande se prepara para anunciar detalhes sobre uma reestruturação da companhia. De acordo com informações do The Wall Street Journal, a incorporadora chinesa deve detalhar este mês o plano preliminar.

A incorporadora imobiliária chinesa tem mais de US$ 300 bilhões em passivos e deixou de pagar seus títulos em dólares americanos em dezembro de 2021, após meses de problemas de liquidez. No final de janeiro, depois que os credores exigiram atualizações e ameaçaram processar a empresa, a Evergrande se comprometeu a divulgar um plano preliminar de reestruturação dentro de seis meses.

Ficou em segundo plano o contexto da Covid-19 na China, que registrou o maior número de casos de Covid-19 em dois meses, à medida que os surtos se ampliam em regiões provincianas da China continental. Autoridades reportaram 906 novos casos transmitidos localmente na China continental na terça-feira (19), acima dos 643 casos na segunda-feira, segundo dados divulgados hoje.

🇨🇳 Shanghai +0,77% (3.304)

🇯🇵 Nikkei +2,67% (27.680)

🇭🇰 Hang Seng +1,11% (20.890)

🇰🇷 Kospi +0,67% (2.386)

(Com Dow Jones Newswires e Agência Estado)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Related Posts

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE