Bolsas da Ásia fecham sem sinal único, após decisão do Banco do Japão (BoJ)

429D82B9-5037-4C0C-A9E1-000A74E5B045

As bolsas da Ásia fecharam sem direção única nesta sexta-feira (17), após o banco central japonês reforçar a política monetária ultra-acomodatícia. Os índices do Japão e Coreia do Sul reagiram negativamente, enquanto as bolsas de Xangai e Hong Kong tiveram desempenho positivo.

O Banco do Japão (BoJ) manteve as taxas de juros em níveis historicamente baixos, confirmando que não pretende se juntar ao Fed e outros bancos centrais em um aperto monetário.

O mercado asiático recebeu a notícia como sinal de que a diferença entre as taxas de juros dos EUA e Japão vai seguir em expansão. O iene caiu de 134,50 para 133,30 frente ao dólar após o anúncio, mas se recuperou um pouco ao longo da sessão.  A moeda japonesa recentemente traçou um ritmo contínuo de desvalorização ante o câmbio americano.

A decisão da autoridade monetária japonesa veio dois dias após o banco central dos EUA anunciar o maior reajuste desde 1994, de 75 p.p. O diferencial entre os juros sugere que o iene vai se enfraquecer ainda mais, aumentando o preço das importações.

A inflação finalmente bateu a meta do Banco do Japão, de 2%. Os preços ao consumidor amplo subiram 2,5% na comparação anual em abril. Entretanto, isso se deve mais por conta da alta dos preços de energia, e portanto foi interpretado como uma alta não sustentável dos preços no país.

🇨🇳 Shanghai +0,96% (3.316,79)

🇯🇵 Nikkei -1,77% (25.963,00))

🇭🇰 Hang Seng +1,10% (21.075,00)

🇰🇷 Kospi -0,43% (2.440,93)

Com informações do Dow Jones Newswires.

 

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Receba o TradeNews no seu e-mail

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?