Bolsas norte-americanas fecham em alta modesta, após sessão volátil

ben-mater-lA-wfuq-7CQ-unsplash

As principais bolsas de Nova York fecharam em leve alta nesta quinta-feira, após operarem em queda durante boa parte da manhã. Na parte da tarde, os índices viraram o sinal e voltaram a operar em terreno positivo, ainda na esteira do otimismo em relação à inflação e aos ganhos acima das expectativas. O pregão foi marcado pela volatilidade, em meio à divulgação de dados de vendas de moradias usadas e de pedidos de auxílio-desemprego.

A queda nas vendas de moradias usadas foi de 5,9% no mês de julho ante junho, abaixo da previsão de 6,1% de analistas, enquanto os pedidos de auxílio-desemprego recuaram em 250 mil, ante previsão de 260 mil. Alguns investidores ouvidos pelo Wall Street Journal afirmam que uma desaceleração no mercado de habitação pode contribuir para uma redução da inflação, motivando o Fed a suavizar sua postura em relação às altas de juros nas próximas reuniões. Para Bill Adams, economista-chefe do Comerica Bank, um declínio nas vendas de casas pode motivar a instituição a encerrar seu ciclo de elevações da taxa base dos juros no fim deste ano.

O sentimento de otimismo também se justifica pelos resultados trimestrais vistos como positivos pelo mercado. De acordo com a FactSec, 95% das companhias listadas no S&P500 já divulgaram seus balanços, com cerca de 75% delas tendo superado expectativas de especialistas

▪️ Dow Jones +0,06%
▪️ S&P500 +0,24%
▪️ Nasdaq +0,21%

Entre os desempenhos destacáveis, as ações da companhia de produtos domésticos Bed Bath & Beyond caíram quase 20%, em meio a notícias de uma venda da participação do investidor bilionário Ryan Cohen na empresa. O ativista iniciou uma “onda” de valorização das ações da companhia no início do ano, motivando uma alta de quase 60% do papel.

Entre os desempenhos destacáveis, as ações da companhia de produtos domésticos Bed Bath & Beyond caíram quase 20%, em meio a notícias de uma venda da participação do investidor bilionário Ryan Cohen na empresa. O ativista iniciou uma “onda” de valorização das ações da companhia no início do ano, motivando uma alta de quase 60%, porém, segundo o Wells Fargo, os papéis atingiram um nível “descolado da realidade econômica”, tendo seu valor sustentado apenas por recomendações de compra que circulam em redes sociais.

Os desempenhos positivos estiveram majoritariamente relacionados a companhias energéticas no pregão de hoje, na esteira da alta do petróleo no mercado internacional. A ExxonMobil avançou 2,36%, enquanto a Chevron teve alta de 1,75%. No setor de tecnologia, os papéis da Cisco Systems se destacaram, subindo 6,4%. Intel e Snap também avançaram, com altas de 1,17% e 3,89%, respectivamente.

(Com Agência Estado e The Wall Street Journal)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?