Bolsas registram alta, avanço da PEC e decisão do Copom são os assuntos que devem movimentar os mercados hoje

Ibovespa futuro opera entre leves perdas e ganhos e volta a descolar do bom humor externo; dólar cai


Os mercados mundiais operam em alta na manhã desta quarta-feira (8) em meio à redução das preocupações entre os investidores sobre a gravidade da variante do vírus Ômicron do novo coronavírus.

No Brasil, todos os olhares estão voltados para a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) para definição da taxa Selic, com ampla aposta de alta dos atuais 7,75% para 9,25%. A decisão sai hoje (8) após às 18h30.

Além disso, a promulgação da PEC dos Precatórios deve ocorrer nesta quarta-feira (8), conforme declaração à imprensa dos presidentes da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, e do Senado, Rodrigo Pacheco.

Segundo Lira, os trechos em comum às versões votadas na Câmara e no Senado serão já promulgados, enquanto as alterações do Senado serão apensadas em texto paralelo para serem analisadas na próxima terça-feira (14), devolvendo esta parte aos senadores.

1. Bolsas Mundiais

Estados Unidos

Os índices futuros dos EUA avançam nesta manhã de quarta-feira (8), à medida que as preocupações sobre a variante Ômicron diminuíram. A vacina da Pfizer mostrou fornecer uma proteção parcial contra a variante Ômicron em um estudo sul-africano. 

Em auxílio à retomada do otimismo, a Câmara americana aprovou um projeto de lei que deve pavimentar o caminho para um aumento do teto da dívida nos EUA.

Os investidores ainda querem maiores detalhes sobre a resposta dos bancos centrais às elevadas pressões de preços, as novas restrições para conter a disseminação da Ômicron, além do aumento das tensões geopolíticas. O presidente dos EUA, Joe Biden, alertou o presidente russo, Vladimir Putin, de medidas “fortes” se a Ucrânia for invadida.

Destaque hoje para a divulgação dos estoques semanais de petróleo, que sai às 12:30. Segundo projeções da Refinitiv, AIE deve reportar uma redução de 1,885 mi de barris.

Veja o desempenho dos mercados futuros:

  • Dow Jones Futuro (EUA), +0,17%
  • S&P 500 Futuro (EUA), +0,25%
  • Nasdaq Futuro (EUA), +0,36%

O EWZ,  principal ETF (fundo de índice) das ações de empresas brasileiras negociadas nas bolsas dos EUA (ADRs), registra alta de 1,46%.

Ásia

Os mercados asiáticos fecharam em terreno positivo, à medida que os investidores digerem a redução das preocupações sobre a variante Ômicron, além das políticas anunciadas pela China, como a diminuição do compulsório para os bancos, para tentar conter as consequências do crescente acúmulo de dívidas imobiliárias no país.

As medidas das autoridades chinesas para limitar as repercussões dos problemas do mercado imobiliário fizeram alguns ativos de risco na Ásia subirem, mesmo com os principais prazos de dívida do China Evergrande Group e da Kaisa Group Holdings vencidos sem qualquer sinal de pagamento até o momento. 

O PIB real do Japão recua 3,6% no 3º trimestre sobre mesmo período de 2020, na leitura final. A leitura anterior era de -3,0%.

Veja os fechamentos asiáticos:

  • Nikkei (Japão), +1,42% (fechado)
  • Shanghai SE (China), +1,18% (fechado)
  • Hang Seng Index (Hong Kong), +0,06% (fechado)
  • Kospi (Coreia do Sul), +0,34% (fechado)

Europa

Os mercados europeus aproveitam os ganhos à medida que os investidores digerem as notícias da Omicron, com destaque para alta das empresas do setor de saúde.

Na Alemanha, Olaf Scholz foi eleito o novo chanceler alemão pelos legisladores , marcando o fim de um período de 16 anos de Angela Merkel no poder. Scholz, membro do partido socialista SPD, vai liderar uma coalizão de três partidos.

Veja o desempenho dos mercados europeus:

  • FTSE 100 (Reino Unido), +0,37%
  • Dax (Alemanha), -0,23%
  • CAC 40 (França), -0,15%
  • FTSE MIB (Itália), -0,43%

Commodities

Os preços do petróleo recuam nesta quarta-feira, enquanto os investidores tentam avaliar o impacto total da variante omicron na demanda global de combustível e na eficácia das vacinas existentes.

O minério de ferro continua subindo na China com medida de elevação de liquidez para apoiar o crescimento econômico da China.

Veja as cotações:

  • Petróleo WTI, +0,07%, a US$ 72,12 o barril
  • Petróleo Brent, +0,11%, a US$ 75,52 o barril
  • Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve alta de +1,46%, a 658,50 iuanes, o equivalente a US$ 103,69

Bitcoin

  • Bitcoin, -1,64% a US$ 50.430,71 (em relação à cotação de 24 horas atrás)

2. Covid

Estudo realizado na África do Sul mostrou que a vacina da Pfizer tem perda de proteção “robusta”, mas não completa contra a nova variante Ômicron, segundo Alex Sigal, chefe do laboratório de Durban, onde foram realizados os experimentos.

Os resultados das pesquisas apontaram que as vacinas da covid existentes precisam ser alteradas para uma maior proteção contra a variante Ômicron.

Quarentena de 5 dias para viajantes não vacinados

O governo federal anunciou nesta terça-feira (7) que vai exigir quarentena de cinco dias para viajantes não vacinados contra a covid-19 que desembarcarem no Brasil. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, detalhou que, após o período de quarentena definido, os viajantes deverão realizar um teste do tipo RT-PCR com resultado negativo.

Com relação a possibilidade de exigência de um certificado de vacinação para viajantes que queiram entrar no país, recomendada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Queiroga avaliou que o enfrentamento à pandemia não diz respeito apenas “a um chamado passaporte que mais discórdia do que consenso cria”.

“Ultimamente, o mundo ficou muito preocupado com uma nova variante do vírus. Essas variantes podem acontecer em qualquer lugar do mundo. Os países que identificam essas variantes não podem ser punidos com restrição aos seus cidadãos.”

Coronavac

A vacina contra Covid-19 Coronavac tem se mostrado eficaz contra a nova variante Ômicron do coronavírus, disse ontem Weidong Yin, presidente do laboratório chinês Sinovac, responsável pelo desenvolvimento da vacina, acrescentando que o laboratório trabalha no desenvolvimento de um imunizante específico para a cepa.

As declarações do executivo da Sinovac foram dadas durante simpósio realizado no Instituto Butantan sobre a CoronaVac, vacina envasada no Brasil pelo instituto paulista e que deu a largada na campanha nacional de vacinação contra a Covid-19 no país em janeiro deste ano.

Brasil

No Brasil, a média móvel de mortes por Covid em 7 dias no Brasil ficou em 188, queda de 14% em comparação com o patamar de 14 dias antes, segundo informações do consórcio de veículos de imprensa, às 20h.

A média móvel de novos casos em sete dias foi de 9.016, o que representa queda de 5% em relação ao patamar de 14 dias antes.

Chegou a 137.628.806 de pessoas totalmente imunizadas contra a Covid no Brasil, o equivalente a 64,52% da população. Tomaram ao menos a primeira dose de vacinas, 159.764.666 pessoas, o que representa 74,90% da população.

A dose de reforço foi aplicada em 18.750.731 pessoas, ou 8,79% da população.

3. Acordo para fatiar PEC dos Precatórios

Depois de acordo para fatiar a PEC dos Precatórios, o Congresso deve promulgar hoje os dispositivos já aprovados pela Câmara e Senado. Entre esses itens, estão a mudança no cálculo do teto de gastos, que abre um espaço fiscal de R$ 62,2 bilhões em 2022, e o parcelamento das contribuições previdenciárias dos municípios.

Entre os pontos que ainda dependerão de aval dos deputados, está o limite para o pagamento de precatórios até 2026, e não mais até 2036, com a vinculação do espaço fiscal para o Auxílio Brasil e despesas previdenciárias.
Guedes demonstra otimismo com relação aprovação da PEC dos Precatórios

O ministro da Economia, Paulo Guedes, manifestou nesta terça-feira, 7, otimismo quanto a uma aprovação rápida da versão final da PEC dos Precatórios no Congresso.

Durante participação em fórum da consultoria Eurasia, Guedes considerou que a Câmara aprovou a emenda constitucional muito rápido, enquanto no Senado a matéria passou com maior dificuldade. Porém, a tendência agora é de que haja convergência rápida entre as versões que saíram das duas casas legislativas.

Emprego

O presidente Jair Bolsonaro afirmou ontem (7) que o país deve fechar este ano com um saldo positivo de 3 milhões de empregos formais a despeito das dificuldades econômicas e dos efeitos ainda sentidos em decorrência da pandemia de Covid-19.

O Brasil abriu 253.083 vagas formais de trabalho em outubro, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado pelo Ministério do Trabalho e Previdência.

O acumulado do ano mostra um saldo de 2.645.974 de vagas criadas, ante um saldo de 278.997 postos fechados em igual período de 2020.

4. Copom

O destaque de hoje para decisão do Copom às 18h30, que deve elevar a Selic de 7,75% para 9,25%. Pesquisa do Projeções Broadcast mostra que é unânime no mercado a aposta de que a instituição elevará a taxa de 7,75% a 9,25%.

Se, por um lado, a inflação corrente segue muito pressionada, por outro a atividade perdeu fôlego antes do esperado, indicando que em 2022 será bem mais difícil o repasse da alta de custos ao consumidor o que, a princípio, pode sinalizar a necessidade de um ritmo de aperto mais lento da política monetária. Enquanto isso, no exterior, os preços das commodities dão sinal de recuo, com a perspectiva de uma política monetária global menos expansionista.

Assim, enquanto é praticamente visto como unânime a visão de que o Copom seguirá o ritmo de aperto monetário na reunião de hoje e sinalizará um aumento da mesma magnitude para fevereiro, os próximos passos do BC ainda são vistos como incertos, dependendo ainda da persistência da alta de preços. Mais altas de juros estão no radar, mas a magnitude delas em um cenário de atividade mais fraca leva à disparidade de visões entre os analistas de mercado.

Mais cedo, às 9h sai o resultado das vendas no varejo de outubro. A Refinitv espera alta de 0,8% em relação ao mês de setembro de 2021, mas prevê recuo de 5,6% na comparação com outubro de 2020.

Por volta das 14h30, o Banco Central divulgará fluxo cambial da semana passada.

Sem otimismo exagerado

O ministro da Economia, Paulo Guedes, repetiu ontem (7) que não está sendo otimista demais ao prever o crescimento da economia em 2022, enquanto boa parte do mercado já espera estagnação ou mesmo uma nova recessão no próximo ano.

“Não estou vendendo sonhos, estou falando de fatos reais. Será um ano difícil, porque estamos lutando contra a inflação. Com o Banco Central independente combatendo a inflação, o crescimento potencial será menor, mas haverá uma desaceleração apenas”, reafirmou, em evento promovido pela Eurasia. “Sou muito cético sobre projeções que erraram ano após ano sobre o Brasil”, acrescentou.

5. Radar Corporativo

Petrobras (PETR3;PETR4)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que a Petrobras não está na lista de privatizações do primeiro governo Bolsonaro.

Guedes ainda reforçou que é favorável a fazer com a Petrobras o mesmo processo da Eletrobras. “O ciclo das grandes estatais no Brasil acabou”, enfatizou.

Eletrobras (ELET3;ELET6)

O Tribunal de Contas da União (TCU) pautou para esta quarta-feira (8) a primeira análise sobre o plano de desestatização da Eletrobras. Mesmo com alguns alertas, o órgão de controle deve aprovar sem grandes alterações a proposta apresentada pelo governo.

A análise do processo foi dividida em duas etapas, sendo a primeira de “valuation”, pautada para a sessão de hoje, e a segunda com o modelo do edital da operação, que funcionará por meio de uma capitalização da estatal sem a participação do governo.

Com a aprovação da primeira parte, o gabinete do relator dará andamento ao restante do processo, ainda sem prazo para ser levado ao plenário. O governo pretende concluir a privatização no primeiro semestre do ano que vem.

BRF (BRFS3)

A companhia de alimentos BRF (BRFS3) mantém estimativa de receita líquida de 65 bilhões de reais para o período de 2021 a 2024.

(Com Estadão Conteúdo, Reuters, Bloomberg e Agência Brasil)

Analista da Rico Corretora ensina ferramentas práticas a extrair lucro do mercado financeiro de forma consistente. Inscreva-se Grátis.

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Receba o TradeNews no seu e-mail

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?