Cardano adia importante atualização após problemas técnicos

Criptomoedas retomam valor de mercado de US$ 2 trilhões com


O Input Output (IOG), laboratório de desenvolvimento da Cardano (ADA), afirmou nesta terça-feira (21) que não realizou a atualização “Vasil” na rede de testes (testnet) da plataforma, que estava previsto para ontem, por conta de problemas técnicos.

A atualização Vasil, que tem a promessa de aumentar as capacidades de escalabilidade na Cardano, deve ser lançada na testnet no final de junho. A mudança será realizada via hard fork, um upgrade de rede que se refere a uma blockchain que começa a validar e produzir novos blocos com novas regras predeterminadas, em detrimento de blocos antigos.

“O time de engenharia da IOG está muito perto de finalizar o trabalho principal. Falta apenas resolver sete bugs para completar o hard fork e nenhum deles está classificado atualmente como ‘severo’”, afirmaram os desenvolvedores. “Após consideração, concordamos que não vamos mandar a proposta de upgrade do hard fork à testnet hoje, o que nos dá mais tempo para testar.”

Os desenvolvedores disseram que “alguns itens pendentes” eram necessários para confirmar que tudo estava “funcionando como esperado” e que eles “precisariam de mais alguns dias para finalizar o trabalho. “Isso deve adiar o prazo para implementação do hard fork da rede principal (mainnet), inicialmente planejado para 29 de junho”, afirmou a empresa.

A decisão final de fazer o hard fork na testnet da Cardano será tomada após consulta com a comunidade de desenvolvedores de aplicativos descentralizados (dApps, na sigla em inglês) do ecossistema. Os critérios necessários para instituir o upgrade incluem consertar os problemas críticos que aparecem nos testes, conduzir testes de benchmarking para o software e informar a comunidade de desenvolvedores para que eles tenham tempo suficiente de testar novamente os dApps antes do hard fork.

Dados de preço sugerem que o atraso não impactou o sentimento de investidores. O token ADA da Cardano subiu 5,6% nas últimas 24 horas, em ritmo superior ao do Bitcoin (BTC), que avançou 3,9% no mesmo período.

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Receba o TradeNews no seu e-mail

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?