Central de FIIs: Hedge FoF quer cancelar oferta do Rio Bravo Renda e Varejo, insider trading no radar da CVM e Ifix em alta

Central de FIIs: Hedge FoF quer cancelar oferta do Rio Bravo Renda e Varejo, insider trading no radar da CVM e Ifix em alta


 

A sessão desta quarta-feira (15) começa repercutindo o pedido do Hedge Top FoF ( HFOF11) para o cancelamento da nova oferta de cotas do Rio Bravo Renda e Varejo (RBVA11). o Hedge é detentor de mais de 5% das cotas do Rio Bravo e critica a emissão de novos papéis abaixo do valor patrimonial das cotas negociadas na Bolsa. (Leia mais ao longo do Central de FIIs)

Outro destaque do dia fica com a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que manterá audiência pública até o dia onze de fevereiro de 2022 para discutir o uso indevido de informações privilegiadas em negociações de cotas de fundos imobiliários.

A ideia da CVM é propor regras específicas para evitar o chamado insider trading na compra e venda de cotas de FIIs e tornar sua caracterização mais objetiva.

“O plano é propiciar uma regulamentação mais direcionada e sistematizada para coibir o ilícito do uso de informações privilegiadas no âmbito do mercado de fundos imobiliários”, afirma Antonio Berwanger, Superintendente de Desenvolvimento de Mercado CVM.

A iniciativa faz parte da reforma da Instrução CVM 472, iniciada pela Instrução CVM 571, que alterou o texto original sobre a divulgação de fatos relevantes.

Na sessão desta quarta-feira (15), o IFIX – índice dos fundos imobiliários mais negociados na Bolsa – opera no campo positivo. Às 11h, o indicador subia 0,44%, aos 2.680 pontos. Na terça-feira (14), o indicador fechou em alta de 0,19%. No mês, o Ifix tem ganhos de 3,96%.

Maiores altas desta quarta-feira (15):

TickerNomeSetorVariação (%)
RVBI11VBI ReitsTítulos e Val. Mob.3,41
BTAL11BTG Pactual AgroOutros2,01
HSML11HSI MALLShoppings1,99
LVBI11VBI LogisticoLogística1,98
MALL11Malls Brasil PluralShoppings1,92

 

Maiores baixas desta quarta-feira (15):

TickerNomeSetorVariação (%)
BLMR11Bluemacaw Renda+ FOFTítulos e Val. Mob.-1,34
KISU11KILIMATítulos e Val. Mob.-0,74
FIIB11Industrial do BrasilHíbrido-0,65
ALZR11Alianza Trust RendaLogística-0,63
FEXC11BTG Pactual Fundo de CRITítulos e Val. Mob.-0,41

Fonte: B3

Hedge FoF pede cancelamento de oferta do Rio Bravo Renda e Varejo e Mercado Livre atrasa aluguel do GTIS Brazil

Confira as últimas informações divulgadas por fundos imobiliários em fatos relevantes:

Hedge Top FoF ( HFOF11) pede cancelamento de oferta do Rio Bravo Renda e Varejo (RBVA11)

O fundo Hedge Top FoF criticou a 4ª emissão de cotas do Rio Bravo Renda e Varejo e solicitou que o fundo realize uma assembleia geral extraordinária para discutir a oferta. Atualmente, o Hedge é detentor de mais de 5% das cotas do Rio Bravo.

A oferta anunciada pelo Rio Bravo prevê o valor unitário dos novos papéis abaixo do valor patrimonial das cotas negociadas na Bolsa. Para o Hedge, ofertas com estas características deveriam ser autorizadas pelos investidores do fundo.

Por isso, o Hedge solicitou uma consulta formal aos cotistas do Rio Bravo até o dia 21 de dezembro para a discussão do tema.

Em novembro, o Rio Bravo anunciou a revisão no preço unitário da 4ª emissão de cotas, que passava de R$ 108 para R$ 99,00. Nesta terça-feira (14), a cota fechou valendo R$ 95,77 na B3.

A quantidade de cotas emitidas também foi elevada em mais de 60 mil, totalizando 725 mil. Com a mudança, o fundo manteve a expectativa inicial de captar R$ 70 milhões com oferta.

O Rio Bravo é um fundo imobiliário do tipo “tijolo”, que investe em imóveis para locação. Atualmente, o portfólio do fundo está locado principalmente para os bancos Santander e Caixa Econômica Federal. De acordo com relatório gerencial de novembro, a vacância atual do Rio Bravo é de 0,7%.

Mercado Envios atrasa aluguel de imóvel do GTIS Brazil (GTLG11)

Em fato relevante, divulgado nesta terça-feira (14) o fundo GTIS Brazil Logistics comunicou aos cotistas que não recebeu o aluguel de novembro 2021 devido pelo Mercado Envios Serviços de Logística.

A empresa ocupa uma área de 68 mil metros quadrados do Distribution Center Cajamar, galpão localizado a 29 quilômetros da capital paulista.

De acordo com o GTIS Brazil, o atraso poderá reduzir a próxima distribuição de rendimentos em até R$ 0,20 por cota.

A administração do fundo diz que está em negociação com o Mercado Envios para que a pendência seja resolvida o mais rápido possível.

 

Dividendos de hoje

Confira os fundos imobiliários que distribuem rendimentos nesta terça-feira (14):

TickerFundoRendimento (R$)
BBFI11BBB Progressivo I R$   25,85
SHPH11Shopping Patio Higienopolis R$     3,10
HBRH11Multi Renda Urbana R$     1,28
VRTA11Fator Veritá R$     1,25
BCRI11Banestes Recebiveis R$     1,15
RBVA11Rio Bravo Renda e Varejo R$     0,91
GALG11Guardian Logística R$     0,84
SDIL11SDI Rio Bravo R$     0,76
QIRI11Quatá R$     0,66
CXTL11Caixa Trx Logística R$     0,65
GALG13Guardian Logística R$     0,64
RFOF11RB Capital R$     0,63
RFOF11RB Capital R$     0,63
HUSC11Hospital Unimed Sul R$     0,60
DRIT11Multi Gestão R$     0,60
RBFF11Rio Bravo Ifix R$     0,47
RBRS11Rio Bravo Renda Residencial R$     0,42
CXCE11BCX CEDAECI R$     0,36
GALG14Guardian Logística R$     0,22
VRTA13Fator Veritá R$     0,03

Fonte: InfoMoney

Giro imobiliário: varejo online puxa demanda por emprego temporário, “Touro de Ouro” defende investimento em FIIs e mais 

Emprego temporário no e-commerce cresce em ritmo duas vezes superior ao varejo tradicional

O avanço do e-commerce e a corrida do varejo eletrônico para entregar com rapidez as encomendas turbinaram as contratações de temporários em logística neste final de ano. As admissões nos centros de distribuição e em serviços de apoio ao e-commerce cresceram num ritmo duas vezes superior ao do varejo tradicional.

Entre outubro e dezembro deste ano, as admissões de temporários para logística aumentaram quase 50% ante o último trimestre de 2020. Também em comparação com o quarto trimestre de 2019, a fase pré-pandemia, as contratações para logística neste ano estão cerca de 30% maiores, revela levantamento feito a pedido do Estadão pela Associação Brasileira do Trabalho Temporário (Asserttem).

Em números absolutos, a maior parte dos temporários do varejo de fim de ano ainda está na loja física, mas a velocidade de abertura de postos tem sido bem menor em relação à logística. O comércio tradicional contratou 84,7 mil temporários no último trimestre, ante 70 mil em 2020, alta de 21%. Ante o mesmo período de 2019, a queda foi de 3%.

Leia mais:

  • Varejo online puxa demanda por empregado temporário

“Bons ativos que pagam dividendos para o resto da vida”, afirma Pablo Spyer sobre fundos imobiliários

Investidor de fundos imobiliários há mais de dez anos, Pablo Spyer, economista conhecido como “Tourinho de Ouro”, defende o investimento em FIIs para quem planeja montar uma carteira de investimentos de renda passiva.

“Fundos imobiliários são um dos principais investimentos para ter bons ativos que pagam dividendos para o resto da vida”, afirma Spyer, que destaca ainda a isenção de Imposto de Renda sobre os rendimentos do fundos.

Syper foi a atração do Liga de FIIs desta terça-feira (14), programa produzido pelo InfoMoney e apresentado por Maria Fernanda Violatii, economista da XP, Thiago Otuki, economista do Clube FII, e Wellington Carvalho, repórter de fundos imobiliários do InfoMoney.

O programa vai ao ar todas às terças-feiras, às 19h, no canal do InfoMoney no Youtube. Você confere aqui a edição com Pablo Spyer.

 

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Receba o TradeNews no seu e-mail

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?