Coinbase anuncia demissão de 1.100 funcionários

Coinbase anuncia demissão de 1.100 funcionários


A Coinbase Global anunciou que demitirá cerca de 1.100 funcionários como parte de um plano de corte de custos, segundo informações de um documento protocolado na Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) nesta terça-feira (14).

O plano envolve a redução da força de trabalho em cerca de 18% a partir de 10 de junho, levando a empresa a contar com cerca de 5.000 funcionários no final do trimestre atual, disse a Coinbase, acrescentando que espera que o plano seja executado até o final do segundo trimestre.

O CEO da Coinbase, Brian Armstrong, publicou uma nota que foi compartilhada com todos os funcionários na manhã desta terça.

“Parece que estamos entrando em uma recessão após um boom econômico de mais de 10 anos”, afirmou Armstrong antes de aludir ao potencial de outro inverno cripto.

A nota admite que a empresa “cresceu rápido demais” no mercado altista de criptomoedas, saindo de 1.250 funcionários no início de 2021 para os mais de 6 mil atualmente.

Funcionários de saída da Coinbase receberam as notícias em endereços de e-mail pessoais depois que o acesso foi cortado dos sistemas da Coinbase, de acordo com a nota.

Na última segunda-feira, a exchange de criptomoedas Crypto.com e a plataforma de empréstimos BlockFi anunciaram o corte de pouco mais de 400 empregos, juntando-se a lista crescente de empresas do setor que buscam reduzir o número de funcionários.

A Crypto.com demitirá quase 5% de sua força de trabalho, ou cerca de 260 funcionários, disse o CEO Kris Marszalek em um tuite no fim de semana.

Já a BlockFi informou em um tuíte publicado nesta segunda-feira (13) que reduziria seu número de funcionários. O CEO Zac Prince falou que “aproximadamente 20%” de sua força de trabalho irá embora, o que equivaleria a cerca de 170 pessoas.

No início do mês a exchange Gemini, dos gêmeos Winklevoss, também anunciou o corte de 10% do quadro de funcionários. A empresa citou “turbulência das condições do mercado que devem persistir por algum tempo”. Logo após, a exchange Rain Financial, do Oriente Médio, disse que estava demitindo dezenas de pessoas por conta das dificuldades do mercado.

Empresas que atuam na América Latina também entraram na onda, com a Bitso, uma das grandes exchanges da região, demitindo 80 pessoas do time de mais de 700 funcionários; e exchange brasileira Mercado Bitcoin afastando mais de 80 colaboradores.

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Receba o TradeNews no seu e-mail

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?