Com alta demanda após festas de fim de ano, faltam testes de Covid-19 em farmácias de São Paulo

Com alta demanda após festas de fim de ano, faltam testes de Covid-19 em farmácias de São Paulo

[ad_1]

A variante ômicron da Covid-19 mostrou sua alta transmissibilidade nas festas de fim de ano, levando a um aumento do número de casos da doença. Com a maior demanda por testes, farmácias em São Paulo e ao redor do país têm tido dificuldade em oferecer os exames aos clientes neste início de 2022.

O InfoMoney buscou 20 farmácias para realizar o teste de Covid nesta terça-feira (4) e não conseguiu agendar um teste para antes de quinta-feira (6). Na maioria das unidades consultadas na capital, havia disponibilidade apenas para realizar o exame no sábado.

Procurado, o Grupo DPSP (que inclui as Drogarias Pacheco e Drogaria São Paulo) disse que, em virtude do aumento na demanda de 101% na última semana de dezembro em relação à anterior, registrou um desabastecimento de testes em algumas de suas unidades.

“A empresa reitera que essa é uma situação pontual e que já realizou um novo pedido com previsão de entrega nos próximos dias”, completa a empresa, em nota.

  • leia tudo sobre a ômicron

A Raia-Drogasil também informou que a procura por testes de Covid nas farmácias do grupo cresceu consideravelmente nos últimos dias.

De acordo com a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), a procura por testes de Covid-19 em farmácias em todo o Brasil teve aumento de 44% em um intervalo de duas semanas.

Entre 13 e 19 de dezembro, foram 137.618 atendimentos, que representam 9% a mais do que o verificado entre 6 e 12 do mesmo mês.

Em relação ao período de 29 de novembro a 5 de dezembro, contudo, o aumento foi de 44%. A média de testagem em farmácias, segundo a associação, estava em queda desde junho, mas voltou a crescer nos últimos dois meses do ano.

No que diz respeito aos positivados, dos mais de 137 mil atendimentos feitos na terceira semana de dezembro, foram confirmados 10.982 casos de Covid-19. Na semana anterior, eram 8.278.

De acordo com a prefeitura da capital paulista, apenas nos três primeiros dias de janeiro foram realizados 20.333 atendimentos a pessoas com sintomas respiratórios, sendo 11.585 suspeitos de Covid-19.

[ad_2]

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?