Commodities: Petróleo registra alta após operar nas maiores quedas semanais em um mês

industry-g7e7bd7189_1920

O petróleo opera em alta nesta segunda-feira (18), impulsionado por um dólar mais fraco e uma oferta apertada, como consequência das preocupações com o fornecimento de gás russo compensando os temores de demanda causados ​​por uma possível recessão e lockdowns na China.

Tanto o petróleo Brent quanto o WTI, na semana passada, registraram suas maiores quedas semanais em cerca de um mês por temores da recessão que afetaria a procura pela commodity.

“As crescentes preocupações com a demanda em outro pico nos casos de Covid-19 na China em meio a uma desaceleração mais ampla e a produção russa resiliente pesaram sobre os preços do petróleo recentemente”, disse o banco britânico Barclays em nota, se referindo ao mercado da semana passada.

O minério de ferro fechou em alta de 4,52% em Qingdao, cotado a US$ 100,38 a tonelada. O movimento ocorreu após a Comissão Reguladora de Bancos e Seguros da China informar que pedirá aos bancos que forneçam crédito para o setor imobiliário, a fim de concluir projetos residenciais inacabados.

Às 11h as commodities eram negociadas a:

🇺🇸 WTI +5,01% (US$ 99,31)

🇬🇧 Brent +4,86 (US$ 106,08)

🇨🇳 Minério de ferro (Qingdao) +4,52%  (US$ 100,38)

 

(Com Reuters e Agência Estado)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Related Posts

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE