Confiança corporativa na Zona do Euro é a menor em quase 2 anos; IGP-M deve cair 0,77%

mika-baumeister-Tz1k07Jl2no-unsplash

As bolsas da Europa registram queda nesta sexta-feira (28), após balanços corporativos que desagradaram e dados do PIB de França e Espanha. Os futuros de Nova York operam em baixa, à medida que a ação da Amazon sofreu um tombo de quase 13% nos negócios do after hours de ontem, após divulgação de balanço, e com investidores à espera de uma série de dados econômicos dos EUA. 

Estão previstos para hoje a divulgação do índice de preços ao consumidor medido pelo PCE dos Estados Unidos e o indicador da Universidade de Michigan sobre expectativas de inflação. Além disso, são aguardados os resultados trimestrais das petrolíferas ExxonMobil e Chevron. 

Na Zona do Euro, o índice de sentimento econômico, que mede a confiança de setores corporativos e dos consumidores, caiu de 93,6 pontos em setembro para 92,5 pontos em outubro, atingindo o menor patamar desde novembro de 2020, em meio à inflação recorde e a perspectiva de recessão no bloco. 

O resultado de outubro veio exatamente em linha com a previsão de analistas consultados pelo The Wall Street Journal.

Apenas a confiança do consumidor teve ligeira melhora, de -28,8 pontos em setembro para -27,6 pontos em outubro, confirmando estimativa preliminar.

Na França, o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 0,2% no terceiro trimestre ante o segundo, segundo a primeira estimativa do indicador Insee.

Economistas consultados pelo The Wall Street Journal (WSJ) previam que a economia cresceria 0,1% no trimestre.

Na Espanha, o PIB também cresceu 0,2% no mesmo comparativo, de acordo com dados preliminares divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). O resultado ficou abaixo da expectativa de analistas consultados pelo WSJ, que previam alta de 0,3%.

Ainda em praças europeias, a economia da Alemanha também se expandiu no terceiro trimestre deste ano, surpreendendo analistas que previam contração no período, apesar de enfrentar inflação em níveis recordes e uma grave crise energética em meio à guerra da Rússia na Ucrânia.

O PIB alemão avançou 0,3% no terceiro trimestre ante o segundo, de acordo com a estimativa inicial da Destatis. Economistas consultados pelo WSJ projetavam queda de 0,2%.

Em meio à temporada de balanços, a Airbus obteve lucro líquido de 667 milhões de euros no terceiro trimestre deste ano, um salto de 65% em relação ao resultado apurado em igual período de 2021. 

Já o lucro líquido da franco-holandesa Air France-KLM no terceiro trimestre ficou abaixo das expectativas em meio a problemas no aeroporto Amsterdam Schiphol e aumento dos preços dos combustíveis, embora o número de passageiros tenha continuado a se recuperar.

O grupo aéreo informou que teve lucro líquido de 460 milhões de euros no trimestre encerrado em setembro, recuperando-se do prejuízo de 193 milhões de euros no mesmo período do ano passado.

Listada em Frankfurt, a Volkswagen reportou lucro operacional de 4,27 bilhões de euros no terceiro trimestre, um avanço em relação ao ganho de 2,60 bilhões de euros registrado em igual período de 2021.

A montadora disse que os resultados deste trimestre foram apoiados pelo desempenho de seus segmentos premium, esportivo e de luxo, mas também atingidos por custos não recorrentes de cerca de 1,6 bilhão de euros relacionados às suas atividades na Rússia e ao IPO da Porsche. 

Enquanto isso, as bolsas da Ásia fecharam em queda generalizada, após duas grandes cidades da China retomarem lockdowns em meio a novos surtos de Covid-19. No Japão, a decisão do BoE confirmou a expectativa.

Por aqui, a Fundação Getulio Vargas (FGV) publica o IGP-M, a confiança do comércio e a confiança dos serviços, todos referentes a outubro. 

O IGP-M deve registrar deflação de 0,77% em outubro (mediana), após cair 0,95% em setembro, segundo o Projeções Broadcast. Todas as estimativas do mercado indicam taxa negativa, de 1,02% a 0,35%.

Entre as listadas na B3, a Vale [VALE3] reportou resultados financeiros piores do que o esperado pela XP no terceiro trimestre. O Ebitda ajustado proforma ficou em US$ 4,0 bilhões, 14% abaixo das estimativas da corretora.

Em relatório, os analistas Andre Vidal e Helena Kelm destacam que menores preços de minério de ferro e menores preços de níquel aliados a maiores custos impactaram significativamente os resultados da Vale, apesar de um ambiente de melhoria na produção e vendas de minério de ferro.

Em relação à Hypera [HYPE3], a empresa apresentou resultados positivos no 3T22, com lucro líquido de R$ 470 milhões, 9% acima da estimativa da XP. A corretora mantém visão positiva para a companhia, com recomendação de compra e preço-alvo de R$ 56,50, o que representa um potencial de alta de 17,7% sobre o último fechamento.

Em relatório, o analista Rafael Barros destaca que as receitas aumentaram 25% ante um ano (3,4% acima da estimativa da corretora), principalmente devido a um aumento de 17% no sell-out orgânico (em linha com o crescimento do mercado).

Ontem, o Ministério de Minas e Energia (MME) propôs a rescisão dos contratos das usinas vencedoras do leilão emergencial, realizado em outubro do ano passado. De acordo com a pasta, a medida evita o pagamento de até R$ 39 bilhões, reduzindo em até 4,5% as tarifas em todo o país pelos próximos três anos.

O certame foi uma das medidas adotadas pelo governo federal por conta da grave crise hídrica que o Brasil enfrentou no ano passado, mas a maioria dos projetos não entraram em funcionamento no cronograma previsto nos contratos. O prazo para início da operação das usinas era 1º de maio. Porém, o edital também previa uma prorrogação de até três meses para que os empreendimentos funcionassem, sob pena de aplicação de multas pelos atrasos.

Desempenho dos principais índices às 7h40:

🇺🇸 S&P Futures -0,54%

🇩🇪 DAX -0,57%

🇺🇸 Nasdaq -1,00%

🇬🇧 FTSE -0,41%

🇫🇷 CAC -0,25%

🛢 Petróleo Brent -0,61%

🛢 Petróleo WTI -0,93%

💵 Índice Dólar +0,31%

🇺🇸 S&P VIX -0,44%

🇧🇷 EWZ -2,62%

💰 Bitcoin -1,72%

💲 Ethereum -2,43%

 

(Com Agência Estado)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?