CPI da Zona do Euro renova máxima histórica; PIB do Reino Unido contraria expectativas

immo-wegmann-Ym2mFGr4GWI-unsplash (1)


As bolsas da Europa operam em alta nesta sexta-feira (30), último dia do trimestre, mas reduzem ganhos após divulgação de CPI recorde na Zona do Euro. Os futuros de Nova York também registram sinal positivo, enquanto investidores de Wall Street aguardam mais comentários de dirigentes do Federal Reserve (Fed), em meio à apreensão sobre o forte ritmo de elevação de juros, e uma série de dados dos Estados Unidos, incluindo sobre inflação PCE e confiança do consumidor. 

Na Zona do Euro, a taxa anual de inflação ao consumidor (CPI) atingiu a máxima histórica de 10% em setembro, ultrapassando o recorde anterior de 9,1% verificado em agosto, ainda pressionada pela disparada dos preços de energia em meio à guerra entre Rússia e Ucrânia.

O resultado de setembro superou a expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal (WSJ), que previam avanço da taxa a 9,7%. Apenas os custos de energia deram um salto anual de 40,8% neste mês, após subirem 38,6% em agosto.

O CPI recorde intensifica pressões para que o Banco Central Europeu (BCE) siga elevando juros de forma agressiva. O BCE, que busca inflação constante de 2%, já aumentou seus juros básicos em 1,25 p.p.

Ainda no bloco, a taxa de desemprego ficou em 6,6% em agosto, repetindo o nível de julho, segundo dados com ajustes sazonais. O resultado de agosto veio em linha com a expectativa de analistas consultados pelo WSJ.

No Reino Unido, o PIB cresceu 0,2% no segundo trimestre deste ano ante os três meses anteriores. O resultado contraria a estimativa prévia, que indicava retração de 0,1% no período.

Na comparação com igual período de 2021, a atividade econômica britânica cresceu 4,4% entre abril e junho. Neste caso, a leitura preliminar havia apontado avanço de 2,9%. 

Já as bolsas da Ásia fecharam majoritariamente no vermelho. Após uma semana de turbulência nos mercado de ações e câmbio em meio a temores de recessão, as ações asiáticas fecharam na maior queda mensal desde o início da pandemia em 2020, em reflexo do pregão anterior em Nova York, de modo que macroeconômicos ficaram em segundo plano.

Por aqui, o mercado repercute ainda a pesquisa Datafolha e o debate dos presidenciáveis de ontem a noite na TV Globo, que, no entanto, não devem trazer reação forte por agora. A reação efetiva nos preços dos ativos deve se concentrar na segunda-feira (03), primeiro pregão após o primeiro turno.

Na reta final do primeiro turno das eleições, os candidatos à presidência viajam pelos estados e concedem entrevistas. 

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) terá agenda no Rio de Janeiro (RJ), em Salvador (BA) e em Fortaleza (CE), ao lado dos candidatos da Coligação Brasil da Esperança.

Jair Bolsonaro (PL) volta a Minas Gerais, onde faz motociata. A previsão é que o atual presidente apenas cumprimente os apoiadores ao fim do evento para evitar implicações legais, já que nesta sexta-feira se encerra o prazo da legislação eleitoral para propaganda política em reuniões e comícios.

Simone Tebet (MDB) faz campanha em São Paulo. Soraya Thronicke, do União Brasil, concede entrevista ao humorista André Marinho no Youtube. Vera Lúcia, do PSTU, dá entrevista ao portal Esquerda Diário e participa de jantar com apoiadores em São Paulo.

Desempenho dos principais índices às 7h40:

🇺🇸 S&P Futures +0,81%

🇩🇪 DAX +0,64%

🇺🇸 Nasdaq +0,78%

🇬🇧 FTSE +0,63%

🇫🇷 CAC +1,00%

🛢 Petróleo Brent +0,19% 

🛢 Petróleo WTI +0,20%

💵 Índice Dólar +0,10%

🇺🇸 S&P VIX -2,67%

💰 Bitcoin +.0,37%

💲 Ethereum +0,41%

 

(Com Agência Estado)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?