Criptos hoje: Bitcoin opera em queda, mas pressão de venda reduz; Near e FTM disparam 17%

Criptos hoje: Bitcoin opera em queda, mas pressão de venda reduz; Near e FTM disparam 17%

[ad_1]

Nem o aniversário de 13 anos do Bitcoin (BTC) comemorado ontem (3) animou os investidores de criptomoedas, que seguiram cautelosos com o principal ativo digital do mercado e cederam espaço para uma nova onda de liquidações que levou o preço mais uma vez para a casa dos US$ 45 mil.

Após recuperação, o criptoativo é negociado a US$ 46.417 hoje, mas segue registrando 8,6% de queda na semana. Por outro lado, indicadores técnicos começam a apontar os primeiros sinais de redução na pressão de venda, o que pode ajudar o preço a romper o padrão lateral visto desde o forte recuo no começo de dezembro de 2021. O aumento no ritmo de mineração também joga a favor da moeda digital.

Quer aprender a investir em criptoativos de graça, de forma prática e inteligente? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir

Apesar disso, novas máximas para a criptomoedas parecem estar fora de cogitação no momento. Segundo a casa de análise Glassnode, a queda no volume de transações na blockchain do Bitcoin indica poucas chances de aumento de preço no curto prazo. Em ciclos de alta anteriores, a atividade da rede sempre precedeu a valorização do ativo.

“Até que haja mais expansão na demanda por espaço em bloco do Bitcoin, pode-se esperar que a ação do preço seja um pouco monótona e provavelmente lateral em uma escala macro”, escreveu a Glassnode em um relatório publicado ontem.

O comportamento do Bitcoin influencia principalmente as criptomoedas com maior valor de mercado, como o Ethereum (ETH), que opera em queda de 1,4% hoje, para US$ 3.770. Binance Coin (BNB) e Solana (SOL) apresentam resultados ainda piores e perdem mais de 3% nesta manhã, dando passagem para rivais diretos.

O token de plataforma de contratos inteligentes que mais sobe no momento, com alta de 17,4%, é o Fantom (FTM). Um dos ativos que mais subiu no ano passado, ele voltou a ganhar destaque após o criador da Yearn Finance (YFI), Andre Cronje, anunciar um novo experimento nesta rede.

O Near (NEAR) também vai bem e avança 16,% após anunciar uma nova tecnologia de escalabilidade para aumentar o desempenho com menor consumo energético.

Já na ponta negativa estão, entre outros, os concorrentes Terra (LUNA) e Avalanche (AVAX), que recuam entre 5,5% e 6% hoje após rali nas últimas semanas.

Confira o desempenho das principais criptomoedas às 7h03:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Bitcoin (BTC)US$ 46.417,21-1,6%
Ethereum (ETH)US$ 3.770,35-1,4%
Binance Coin (BNB)US$ 510,92-3,2%
Solana (SOL)US$ 167,92-3,4%
Cardano (ADA)US$ 1,32-2,8%

As criptomoedas com as maiores altas nas últimas 24 horas:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Fantom (FTM)US$ 2,88+17,4%
Near (NEAR)US$ 16,66+16,8%
Harmony (ONE)US$ 0,324084+10%
Oasis Network (ROSE)US$ 0,432172+9,3%
Celo (CEL)US$ 5,33+7,9%

As criptomoedas com as maiores baixas nas últimas 24 horas:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Sushi (SUSHI)US$ 8,49-8,9%
Aave (AAVE)US$ 261,91-7,3%
Spell Token (SPELL)US$ 0,02205535-6,8%
Terra (LUNA)US$ 87,51-6%
Avalanche (AVAX)US$ 106,22-5,5%

Confira como fecharam os ETFs de criptomoedas no último pregão:

ETFPreçoVariação
Hashdex NCI (HASH11)R$ 49,31-0,28%
Hashdex BTCN (BITH11)R$ 62,58-0,83%
Hashdex Ethereum (ETHE11)R$ 61,86-0,22%
QR Bitcoin (QBTC11)R$ 16,40-2,08%
QR Ether (QETH11)R$ 15,30+0,26%

Veja as principais notícias do mercado cripto desta terça-feira (3):

Grayscale adiciona AMP a fundo que rastreia DeFi

A Grayscale, maior gestora de ativos digitais do mundo, ajustou a carteira do DeFi Fund, fundo que rastreia ativos de finanças descentralizadas, vendendo alguns ativos para comprar o token Amp (AMP). Como resultado do rebalanceamento, Bancor (BNT) e Universal Market Access (UMA) foram removidos do fundo.

AMP é o token nativo da rede Flexa, uma rede de pagamento que permite pagamentos com garantia em criptomoedas em lojas físicas e online. A Flexa usa o token AMP para garantir os pagamentos de ativos digitais enquanto eles são confirmados em suas respectivas blockchains e liquida os pagamentos em moeda fiduciária para o destinatário.

Estabelecimentos que trabalham com a rede Flexa podem, portanto, aceitar pagamentos em Bitcoin, Ethereum e outros criptoativos.

Além do AMP, o fundo DeFi da Grayscale conta com alocações em Uniswap (UNI) Aave (AAVE), Curve (CRV), MakerDAO (MKR), Yearn Finance (YFI), Compound (COMP), Synthetix (SNX) e Sushi (SUSHI).

(Mais informações em breve)

Quer aprender a investir em criptoativos de graça, de forma prática e inteligente? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir

[ad_2]

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?