Dados de emprego dos EUA dão fôlego ao Ibovespa; 3R (RRRP3) dispara após recomendação do BofA

ATHZIJYVOWynonAMVFWvEKRFOyCgXnKTeOmkBOGbQkkTZNLYPnoeeXzSgkOxEWyK

O Ibovespa voltou a operar em alta nesta terça-feira (04), após reduzir os ganhos, perdendo até mesmo a faixa dos 117 mil pontos. O índice brasileiro valoriza à medida que Nova York ganha fôlego. 

Por lá, dados de emprego publicados hoje reforçam expectativas de posturas menos defensivas do Federal Reserve. Contudo, a alta interna é menos intensa do que a de até 3% nos Estados Unidos, o que é atribuído em parte a uma correção após o salto de 5,54% da véspera.

Os papéis do setor de tecnologia são destaques de alta, com Locaweb (LWSA3) subindo mais de 5% e Méliuz cerca de 3% em linha com a alta do Nasdaq, que registra o maior avanço entre os índices americanos diante da queda dos juros dos Treasuries e juros futuros.

As petroleiras também ocupam posições importantes na ponta positiva, em linha com a alta do petróleo. 3R Petroleum (RRRP3) dispara na frente, com mais de 10% de valorização. PetroRio (PRIO3) disputa o segundo lugar com CSN Mineração (CMIN3), ambas saltando cerca de 6%.

Além do ambiente favorável à tomada de risco hoje e da alta do petróleo no mercado internacional, os papéis da 3R ainda são impulsionados por relatório favorável do Bank Of América. O banco iniciou cobertura de empresa com recomendação de compra e preço-alvo de R$ 90, o que representa um potencial de alta de 136,5% ante o fechamento de ontem.

“Nossa visão positiva sobre as ações da 3R está baseada no potencial para aumentar a produção de petróleo e gás dos ativos maduros adquiridos nos últimos anos; melhor governança corporativa; melhoria do marco regulatório para empresas independentes de E&P no Brasil; e valuation muito atrativo”, destacam os analistas do BofA Leonardo Marcondes e Frank McGann, em relatório.

As ações da Petrobras (PETR3; PETR4) têm queda marginal enquanto investidores realizam lucros.

Na ponta negativa, depois de ser beneficiada pelo clima de euforia na véspera e saltar 7%, Cielo (CIEL3) lidera as baixas do Ibovespa. O papel acompanha a tendência e realização de lucros vista entre outros ativos que subiram com força na segunda-feira (03), incluindo Banco do Brasil (BBAS3) e elétricas, por exemplo. No ano, Cielo ainda acumula alta de quase 150%. 

Desempenho do Ibovespa em 04 de outubro (Fonte: Bloomberg)

O dólar registra baixa leve, reagindo à ampliação da queda do DXY ante moedas principais, após indicadores divulgados nos EUA. As encomendas à indústria ficaram estáveis em agosto ante julho, como esperado, e a abertura de postos de trabalho nos EUA recuou a 10,053 milhões em agosto, diminuindo em tese, segundo analistas, a necessidade de altas agressivas dos juros norte-americanos.

🇧🇷 Ibovespa +0,43% (116.636)

💵 Dólar -0,63% (R$ 3,44%)

Cotações registradas às 12h30
 

Commodities

O petróleo acelerou ganhos ao longo do dia e opera com cerca de 3% de alta, em meio à fraqueza do dólar e expectativas de que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+) decida por um significativo corte em sua produção, em reunião marcada para amanhã (05). 

A Opep+ estuda a possibilidade de corte de até 2 milhões de barris por dia na produção do grupo, segundo fontes consultadas pela Bloomberg.

O minério de ferro fechou em alta na bolsa de Cingapura. As bolsas de Dalian e Qingdao, na China, não funcionam nesta semana devido ao feriado da Golden Week.

🛢 Brent +3,44% (US$ 91,92)

🛢 WTI +3,42% (US$ 86,49)

🇨🇳 Minério de ferro +1,30% (US$ 93,45)

Cotações registradas às 12h30; minério de ferro referente a Cingapura

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?