Decisão do BCE e discurso de Powell movimentam mercados globais; IGP-DI antecede IPCA

guillaume-perigois-HL4LEIyGEYU-unsplash


As bolsas da Europa operam sem direção única nesta quinta-feira (08), sustentadas até certo ponto por um rali em NY, mas também em clima de apreensão antes de um esperado novo aumento de juros pelo Banco Central Europeu (BCE) às 9h15. Os futuros de Nova York registram leve alta, sugerindo que Wall Street poderá estender os fortes ganhos de ontem, enquanto investidores aguardam comentários do presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, e de outros dirigentes da instituição, às 10h10, para avaliar em que ritmo os juros dos Estados Unidos subirão nos próximos meses.

Os relatos de moderação nos aumentos de preços no Livro Bege do Fed impulsionam NY, quando também contribuiu a forte queda do petróleo, após dados fracos das exportações chinesas.

Além do juros, o BCE publica a taxa da facilidade permanente de depósito e a taxa da facilidade permanente de cedência de liquidez. Em seguida, Christine Lagarde, presidente da instituição, participa de coletiva de imprensa.

Também no radar está a crise energética europeia. Ontem, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, ameaçou estender o racionamento das exportações de gás natural e cortar o fornecimento de petróleo, caso o G7 avance com planos de fixar um teto de preço para o petróleo russo.

Putin afirmou também que, mesmo tendo obrigações contratuais de entrega de energia, o país pode reconsiderar o cumprimento dos contratos se o teto for imposto. “Simplesmente não cumpriremos (os contratos). Em geral, não entregaremos nada se for contra nossos interesses”, disse ele no fórum econômico de Vladivostok. “Não entregaremos gás, nem petróleo, nem carvão, nem combustível para aquecimento. Não entregaremos nada”.

As bolsas da Ásia fecharam sem direção única, na esteira de um rali em Wall Street e de dados positivos da economia do Japão. À exceção de China e Hong Kong, os mercados asiáticos também se beneficiaram da desvalorização do petróleo, cuja cotação caiu para níveis não vistos desde a invasão da Ucrânia pela Rússia.

Por aqui, a agenda do dia conta com o IGP-DI de agosto, divulgado às 8h. De acordo com o Projeções Broadcast, o IGP-DI deve ter deflação de 0,53% em agosto, após queda de 0,38% em julho.

Entre os presidenciáveis, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) retorna ao Rio de Janeiro, após suspender a agenda de campanha durante as manifestações do 7 de setembro. Aqui, ele participará de  ato para alavancar a campanha do deputado Marcelo Freixo (PSB) na disputa pelo governo do Estado. Já o atual presidente Jair Bolsonaro (PL) participa de compromisso alusivo ao bicentenário da independência.

Ciro Gomes (PDT) participa de caminhada com aliados em São José do Rio Preto (SP). À noite, o pedetista realiza live para a Ciro TV. A presidenciável Simone Tebet (MDB) cumpre agenda em seu Estado, Mato Grosso do Sul, e em São Paulo, onde faz caminhada no comércio.

Desempenho dos principais índices às 7h45:

🇺🇸 S&P Futures +0,06%

🇩🇪 DAX -0,20%

🇺🇸 Nasdaq +0,05%

🇬🇧 FTSE +0,21%

🇫🇷 CAC +0,41%

🛢 Petróleo Brent +0,37%

🛢 Petróleo WTI +0,32%

💵 Índice Dólar -0,27%

🇺🇸 S&P VIX +1,22%

🇧🇷 EWZ +0,07%

💰 Bitcoin +2,85%

💲 Ethereum +7,82%

 

 

(Com Agência Estado)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?