Eletrobras (ELET3;ELET6) aposta fazer oferta primária de ações em junho, caso desestatização seja aprovada no TCU

Eletrobras (ELET3;ELET6) aposta fazer oferta primária de ações em junho, caso desestatização seja aprovada no TCU


Rodrigo Limp, presidente da Eletrobras (ELET3;ELET6), destacou em apresentação a analistas de mercado o que espera que ocorra caso o Tribunal de Contas da União (TCU) aprove nesta quarta (18) a desestatização da companhia, projetando fazer a oferta de capitalização ainda em junho.

Ele disse, em teleconferência de resultados que, para o processo de capitalização, será necessário verificar se houve alteração do TCU nos itens que constam nas resoluções do PPI (Programas de Parceria de Investimentos), do CNPE (Conselho Nacional de Política Energética) e o que foi encaminhado à assembleia de acionistas da Eletrobras.

“Naturalmente, após a deliberação, teremos que ver o acórdão do TCU, para justamente termos essa avaliação, para ver o que impacta ou não ao que foi submetido aos acionistas. Não havendo essa conclusão, permanece válido (a decisão do TCU)”, comentou.

Limp disse que há duas etapas pela frente, sendo aprovada a desestatização: atualização do formulário de referência de acordo com o resultado do primeiro trimestre e também a publicação do prospecto. “É um trabalho complexo”, resume.
“Essa janela do primeiro semestre, pelo limite regulatório e os prazos da SEC (Securities and Exchange Commission dos Estados Unidos), tem até meados de agosto para concluir a operação”, ressaltou.

“Mas, considerando alguns fatores, como o período de férias no hemisfério Norte e a proximidade do período eleitoral aqui no Brasil, entendemos que o cenário é fazer a operação o quanto antes”, disse o presidente da Eletrobras, ressaltando que “trabalha para fazer a operação em junho”.

A desestatização da Eletrobras será feita inicialmente com oferta primária de ações da estatal, o que deixaria a União de ser acionista majoritária da empresa, passando a ter até 45% de participação. O TCU avalia modelagem, valuation e preço mínimo da ação.

O executivo comentou ainda que a companhia não enxerga impactos à privatização decorrentes do processo de aumento de capital de R$ 1,5 bilhão na Santo Antônio Energia, da qual a Eletrobras é a principal acionista.

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Receba o TradeNews no seu e-mail

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?