Empresas em ação: Fique de olho em Braskem (BRKM3), 3R (RRRP3), Rede D’or (RDOR3) e outras

adam-nowakowski-D4LDw5eXhgg-unsplash

Entre os destaques corporativos desta quinta-feira (04), a Braskem (BRKM3) informou que a redução do imposto de importação pelo Gecex impactará negativamente os resultados da companhia no Brasil, a 3R (RRRP3) convocou assembleia geral extraordinária, dentre as matérias a serem discutidas está a indicação de dois novos membros para o conselho de administração e a Gafisa (GFSA3) arquivou seu formulário 20-F.

A TOTVS (TOTS3) publicou a sexta edição anual do relato integrado, a MRV (MRVE3) e a Rede D’or (RDOR3) prestaram esclarecimentos sobre as oscilações registradas em suas ações e a Padtec (PDTC3) informou a agenda de divulgação de resultados do 2T22. Além disso, a Suzano (SUZB3) concluiu o programa de recompra de ações da empresa e a Dynamo transferiu parte das ações da Wilson Sons (PORT3).

Braskem (BRKM3)

A Braskem informou que o comitê-executivo de gestão (Gecex) da câmara de comércio exterior (Camex) aprovou a redução de imposto de importação, via inclusão na lista de exceções à tarifa externa comum (Letec) do Mercosul, declarando problemas de abastecimento no mercado brasileiro, para os seguintes
produtos da Companhia: copolímeros de etileno e alfa-olefina, resina PVC-S e resina PP (copolímero de propileno).

Tal redução tem vigência de um ano a partir de 05 de agosto de 2022 e, durante este período, impactará negativamente os resultados da companhia no Brasil. A empresa afirmou que “a Braskem sempre priorizou o abastecimento do mercado brasileiro e que atualmente não há indicativos de falta de produto neste
mercado”.

Rede D’or (RDOR3)

A Rede D’or prestou esclarecimentos a respeito do Ofício encaminhado pela B3 – Brasil, Bolsa, Balcão, que cobrou explicações sobre as oscilações atípicas registradas com os valores mobiliários da empresa, o número de negócios e a quantidade negociada. A companhia esclareceu que “não tem conhecimento de qualquer fato ou informação relevante não pública que possa justificar eventuais oscilações nas negociações com valores mobiliários de sua emissão” entre os dias 8 e 21 de julho. No dia 21, as ações subiram 7,69%*.

*informação coletada às 16h49

3R (RRRP3) 

A 3R convocou assembleia geral extraordinária para dia 5 de setembro de 2022. Dentre as matérias a serem discutidas está a deliberação sobre a indicação de dois novos membros para o conselho de administração, Richard Chagas Gerdau Johannpeter e André de Camargo Bartelle. Caso as indicações sejam aprovadas, a companhia passará a contar com sete membros em seu conselho de administração.

Gafisa (GFSA3)

A Gafisa arquivou, junto à SEC (Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos), seu formulário 20-F, que está disponível no site de relações com investidores da empresa.

TOTVS (TOTS3)

A TOTVS publicou a sexta edição anual do relato integrado, referente às atividades de 2021. O relatório é uma iniciativa voluntária da empresa de prestação de contas e de comunicação com os públicos.

MRV (MRVE3)

A MRV prestou esclarecimentos à questão formulada pela Superintendência de Relações com Empresas e pela Superintendência de Relações com o Mercado e Intermediários, que cobrou justificativas sobre as oscilações registradas com os valores mobiliários da companhia, o número de negócios e a quantidade negociada. A organização informou que, até o momento, desconhece qualquer fato ou ato relevante que devessem ser divulgados ao mercado e/ou que justifiquem as oscilações registradas em suas ações no período de 21 de julho a 3 de agosto. No dia 3, as ações subiram 8,55%*, após caírem 1,38% no dia anterior.

*informações coletadas às 16h15

Padtec (PDTC3)

A Padtec informou a agenda de divulgação de resultados do 2T22, que acontecerá no dia 12 de agosto após o fechamento do mercado. A apresentação dos resultados ocorre três dias depois, no dia 15, às 11h30 via plataforma eletrônica Zoom.

Suzano (SUZB3)

A Suzano concluiu o programa de recompra de ações da empresa, tendo sido adquiridas 20 milhões de ações em pregão regular de bolsa de valores, ao preço médio de R$ 48,33/ação, perfazendo R$ 967 milhões.

Wilson Sons (PORT3)

A Wilson Sons informou que foi comunicada pela Dynamo a respeito da transferência de ações ordinárias da companhia pelo conjunto de veículos de investimento gerido pela Dynamo, que passou a deter 21.920.721 ações ordinárias, equivalentes a cerca de 4,98% do capital social da empresa.

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Related Posts

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE