EZTec (EZTC3) tem queda de vendas e lançamentos no 2º tri; analistas veem poucos catalisadores para ação

EZTec (EZTC3) tem queda de vendas e lançamentos no 2º tri; analistas veem poucos catalisadores para ação

A EZTec (EZTC3) divulgou dados operacionais referentes ao segundo trimestre de 2022 (2T22) na última sexta-feira (15). As vendas líquidas atingiram R$ 229 milhões, o que significou uma queda de 19,9% na comparação com o ano passado  e 24,4% versus o primeiro trimestre de 2022 (1T22).

Com isso, as vendas contratadas líquidas totalizaram R$ 615 milhões em 2022, praticamente em linha com os níveis do primeiro semestre de 2021.

Os lançamentos % EZTec atingiram R$ 414 milhões (-55,4% na base anual e -15,3% na trimestral). Esse volume foi composto por 2 empreendimentos: (i) Haute Brooklin, com 19% vendido até o final do trimestre; (ii) Hub Brooklin, com 15% vendido até o final do trimestre.

A XP destacou que a concentração de lançamentos no final do trimestre prejudicou as vendas. A EZTec concentrou seus lançamentos na última semana do trimestre. Dito isso, as vendas líquidas e a velocidade de vendas (VSO) foram impactadas pelo prazo limitado para o reconhecimento de vendas. Por fim, os distratos como porcentagem da venda bruta foi de 13,3% (-0,4 ponto percentual na base trimestral e +1,3 ponto percentual na base anual).

O Bradesco BBI também destacou que a empresa apresentou um desempenho operacional morno, enquanto luta para acelerar seus lançamentos.

“Embora o baixo número de vendas possa ser explicado por uma concentração de lançamentos no final do trimestre, vemos a empresa mantendo uma abordagem conservadora em termos de lançamentos – o que pode ser a melhor decisão de negócios considerando o atual banco de terrenos da Eztec em meio à incerteza do setor”, destacam os analistas do banco.

No entanto, isso provavelmente se traduzirá em uma leve geração de receita nos próximos trimestres, pressionando temporariamente a lucratividade (retorno sobre o patrimônio) da Eztec e levando a um fraco impulso nos lucros, principalmente em comparação com outros nomes líquidos como a Cyrela (CYRE3). A recomendação para os ativos EZTC3 é neutra, com preço-alvo de R$ 21 (ou potencial de valorização de 31% frente o fechamento da véspera).

Os analistas do Credit Suisse também apontam que a estratégia mais seletiva e conservadora em relação ao seu pipeline de projetos não é necessariamente negativa, considerando uma dinâmica desafiadora do setor. Porém, mesmo com valuation aparentemente descontado, a equipe de análise do banco não enxerga catalisadores no curto prazo que possam beneficiar a ação e possibilitar um call mais otimista, mantendo assim recomendação neutra para o papel.

(InfoMoney)

 

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Related Posts

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE