Feriado americano restringe liquidez; 424 servidores do BC entregam cargos

stock-market-g8d899f047_1920

As bolsas da Europa operam sem direção única nesta segunda-feira (19), enquanto os futuros de Nova York avançam, em dia de agenda vazia e de feriado nos EUA, que mantém os mercados locais fechados. 

Paralelamente, investidores aguardam atas de política monetária do Federal Reserve (Fed), na quarta-feira (21), e do Banco Central Europeu (BCE), na quinta (22), em meio a persistentes dúvidas sobre quando os juros básicos americanos e da Zona do Euro poderão começar a ser reduzidos. Também no radar desta semana, estão os novos dados de atividade econômica (PMIs) do bloco europeu e dos EUA.

Entre as ações, destaque para a da AstraZeneca, que salta mais de 3% em Londres após o grupo farmacêutico anglo-sueco revelar que os EUA aprovaram o uso de seu medicamento Tagrisso, em combinação com quimioterapia, para tratar um tipo de câncer de pulmão.

Mais cedo, as bolsas da Ásia fecharam sem direção única. Na volta do feriado do ano novo lunar, que durou mais de uma semana, a China obteve ganhos significativos, após levantamento mostrar que o número de viagens e volume de gastos feitos no período de recesso atingiram recordes, superando níveis pré-Covid-19.

Por aqui, a agenda traz o IBC-Br de dezembro, às 9h, que deve subir 0,80% em dezembro e fechar 2023 com alta de 2,30%, segundo analistas. Também será divulgado o monitor do PIB de dezembro, às 10h15. Com a agenda doméstica de indicadores fraca, as atenções na semana ficam no exterior e também nas movimentações no Congresso. 

O governo enfrenta o desafio de responder à sua própria base aliada sindical ao mesmo tempo que promete colocar as contas públicas em dia – com a meta de déficit zero neste ano. 

Em meio a esses desafios, os funcionários do Executivo federal pedem um reajuste de 22,71% a 34,32% de forma parcelada até 2026, com parte dos aumentos já em 2024. O governo ofereceu um reajuste salarial de 13%, parcelado para 2025 e 2026, o que foi recusado. 

Diante da falta de uma proposta firme do governo em relação à reivindicação de uma reformulação das carreiras da instituição, já são 424 os servidores do Banco Central que entregaram seus cargos comissionados, o que representa 35% do total dessas funções. 

Chefes adjuntos e consultores tornam público que participarão da paralisação de 48 horas marcada para os dias 20 e 21 de fevereiro. O estado de greve dos servidores do BC já causa um apagão na cadeia de comando de setores cruciais para o funcionamento da autoridade monetária.

Desempenho dos principais índices às 8h22:

🇺🇸 S&P Futures -0,07%

🇬🇧 FTSE +0,34%

🇩🇪 DAX -0,38%

🇺🇸 Nasdaq +0,15%

🇫🇷 CAC -0,08%

🛢 Petróleo Brent -0,62%

🛢 Petróleo WTI -0,65%

💵 Índice Dólar -0,04%

🇺🇸 S&P VIX +3,02%

💰 Bitcoin +1,07%

💲 Ethereum +3,69%

(Com Broadcast)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?