Fique de olho em OceanPact (OPCT3), Azul (AZUL4), Vamos (VAMO3) e outras

adeolu-eletu-E7RLgUjjazc-unsplash

Entre os destaques corporativos desta segunda-feira (12), OceanPact (OPCT3) comunica fim do contrato da embarcação RSV Parcel do Bandolim com a Petrobras, Azul (AZUL4) anuncia resultados preliminares de tráfego de agosto, e conselho de administração do Grupo Vamos (VAMO3) aprova realização da oferta pública de distribuição primária de ações da companhia.

Azevedo e Travassos (AZEV4) registra proposta de transação individual para migrar dívida de R$ 46 milhões; Petrobras (PETR3; PETR4) nega estar prestes a fechar venda da UFN-III para Yara Fertilizantes, e Iguatemi (IGTI11) compra participação remanescente no Shopping JK Iguatemi por R$ 667 milhões.

Cielo (CIEL3) fecha acordo com Meta para captura e processamento de transações entre pessoas físicas e estabelecimentos comerciais, e produção total de óleo e gás da Enauta (ENET3) cresce 20% em agosto.

OceanPact (OPCT3)

A OceanPact comunicou que, no último sábado (10), a embarcação RSV Parcel do Bandolim, equipada com dois ROVs (veículos operados remotamente, em tradução livre) próprios, entrou em contrato de 3 anos com a Petrobras.

Segundo a empresa, a entrada do contrato representa a conclusão de um “importante ciclo de investimentos”, que teve início em 2021, com recursos oriundos do IPO da companhia. 

O prosseguimento se deu com a aquisição da UP Offshore, de quatro novas embarcações e de cinco ROVs, e com a conquista de novos contratos. 

Dessa maneira, a partir do quarto trimestre deste ano, a OceanPact terá a sua frota de embarcações high spec inteiramente operacional.

Azul (AZUL4)

A Azul anunciou os resultados preliminares de tráfego de agosto de 2022. 

O tráfego de passageiros consolidado (RPKs) aumentou 21,5% em relação a agosto de 2021, frente a um aumento de 16,5% da capacidade (ASKs), resultando em uma taxa de ocupação de 81,3% – aumento de 3,4 pontos percentuais comparado com o mesmo período em 2021. 

“Em agosto vimos, mais uma vez, um ambiente de demanda robusto na malha da Azul. As tendências de vendas continuam fortes, com tarifas médias bem acima dos níveis de 2019, e esperamos que essa tendência na receita continue”, diz John Rodgerson, CEO da Azul.

Vamos (VAMO3)

O conselho de administração do Grupo Vamos aprovou a realização da oferta pública de distribuição primária de, inicialmente, 48, 41 milhões de novas ações ordinárias de emissão da companhia.

Azevedo e Travassos (AZEV4)

A Azevedo e Travassos protocolou, por iniciativa própria, a proposta de transação individual junto à procuradoria geral da Fazenda Nacional em São Paulo,

De acordo com a empresa, o objetivo é migrar o saldo devedor, que atualmente gira em torno de R$ 46 milhões, referente ao programa de recuperação fiscal e o saldo devedor de aproximadamente R$ 6,5 milhões relativo às transações excepcionais, para, assim, obter as vantagens concedidas pela legislação em questão. 

Entre as novas condições do processo de transação tributária, destacam-se: a elevação de 50% para 65% dos descontos dos valores cobrados a título de juros e multa, a extensão do prazo de parcelamento de 60 meses para os débitos previdenciários e de 84 meses para até 120 meses para os demais débitos, e a autorização do uso de prejuízo fiscal de IRPJ e base de cálculo negativa de CSLL para pagamento de dívidas, até o limite de 70% do saldo remanescente. 

Petrobras (PETR3; PETR4)

A Petrobras negou estar prestes a fechar a venda da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados III (UFN-III) para a Yara Fertilizantes. A estatal informou que o projeto encontra-se na fase vinculante, e ainda não foi encerrado o recebimento de propostas.

Além disso, a Petrobras finalizou o procedimento de bookbuilding da primeira emissão de notas comerciais escriturais, sem garantia real e fidejussória, em até duas séries, no valor total de R$ 3 bilhões. A liquidação final deve ocorrer na quarta-feira (14).

Iguatemi (IGTI11)

A Iguatemi comprou 36% de participação remanescente no Shopping JK Iguatemi por R$ 667 milhões. Assim, a empresa passará a ser indiretamente titular de 100% do empreendimento. O fechamento da transação depende ainda de condições precedentes, como o aval do Cade.

A companhia anunciou também a realização de oferta pública de units que deve somar R$ 500 milhões, a considerar a cotação do fechamento da última quinta-feira (08), com esforços restritos e colocação também no exterior. O início do período de subscrição prioritária será em 12 de setembro. 

Em 20 de setembro, está previsto o término do processo de bookbuilding.

Cielo (CIEL3)

A Cielo fechou acordo com a Meta para prestação de serviços, sem exclusividade, de captura e processamento de transações entre pessoas físicas e estabelecimentos comerciais por meio de plataforma da Meta. 

A disponibilização de transações de pagamento via WhatsApp dependerá de decisão do conglomerado estadunidense. Os serviços para transferência de recursos entre pessoas físicas prosseguem normalmente.

Enauta (ENET3)

A produção total de óleo e gás da Enauta atingiu 321,9 mil barris de óleo equivalente (boe) em agosto ante 268 mil boe no mês anterior, aumento de 20%. A quantidade, que inclui óleo e gás, corresponde a uma média diária de 10,4 mil BOE.

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?