Fique de olho em Bradesco [BBDC4], WEG [WEGE3], B3 [B3SA3] e outras

bolsa

Entre os destaques corporativos desta quinta-feira (02), o Bradesco encerrou o primeiro trimestre de 2024 com lucro líquido recorrente de R$ 4,211 bilhões.

Bradesco [BBDC4]

O Bradesco encerrou o primeiro trimestre de 2024 com lucro líquido recorrente de R$ 4,211 bilhões, um resultado 1,6% menor que o do mesmo intervalo do ano passado, mas que veio 46,3% acima do registrado no quarto trimestre de 2023.

No primeiro trimestre de 2024, a inadimplência da carteira de crédito do Bradesco era de 4,8%, pelo critério de atrasos acima de 90 dias. O índice era 0,3 ponto porcentual menor que o do primeiro trimestre de 2023, e variou também 0,3 ponto para baixo em relação ao quarto trimestre de 2023.

Vale [VALE3]

A Vale divulgou uma atualização sobre o processo de sucessão do atual presidente da companhia, Eduardo Bartolomeo. A previsão é de que a aprovação, formalização de contrato e apresentação do novo presidente aconteça até 3 de dezembro, com a posse do novo executivo ocorrendo em 1º de janeiro de 2025. O encerramento do contrato de Bartolomeo ocorrerá em 31 de dezembro.

A Vale anunciou a conclusão da transação para a venda de 10% da Vale Metals Limited (VBM) para a Manara Minerals, joint venture entre a Ma’aden e o Fundo de Investimento Público da Arábia Saudita, por US$ 2,5 bilhões. A Vale também informou que a parceria com a Engine No. 1, na qual a empresa americana compraria uma participação acionária de 3% na VBM, não prosperou.

Segundo a mineradora, a VBM deverá investir em novos projetos no Brasil, Canadá e Indonésia, buscando um aumento significativo na produção de cobre de 350 mil toneladas por ano para 900 mil toneladas por ano e na produção de níquel de 175 mil toneladas por ano para 300 mil toneladas por ano.

Com relação à proposta envolvendo o desastre de Mariana, os governos federal, de Minas Gerais e do Espírito Santo e outros entes públicos devem responder, até sexta-feira, 3, à proposta da Vale de pagar R$ 127 bilhões para encerrar seus processos na Justiça.

GPA [PCAR3]

O GPA aderiu ao programa para quitação de débitos de ICMS do governo paulista, no valor de R$ 3,6 bilhões. O montante representa “substancialmente” a totalidade dos débitos elegíveis e significa redução de 52% de contingências de ICMS com riscos de perda possível e provável.

Multiplan [MULT3]

Após leilão de ações realizados na B3 na terça-feira, o fundo de pensão Ontario Inc (OTPP) passou a deter 111.260.914 ações ON da Multiplan, representando aproximadamente 18,52% do total. O leilão movimentou R$ 1,2 bilhão, segunda maior oferta do ano.

Sabesp [SBSP3]

A Câmara Municipal de São Paulo vota hoje, em segundo turno, o projeto de lei que autoriza a adesão da capital paulista à privatização da Sabesp. A sessão está prevista para 15 horas.

Na quarta-feira, 1º, Dia do Trabalhador, o deputado federal e pré-candidato a prefeitura de São Paulo Guilherme Boulos (PSOL) se comprometeu, caso eleito, a “barrar” a privatização da Sabesp, programa que está sendo encabeçado pelo governo Estadual. A fala foi feita em evento promovido por centrais sindicais.

O evento do 1º de Maio, em que o presidente Lula (PT) chegou a pedir voto a Boulos, foi custeado em parte com recursos da Lei Rouanet e teve patrocínio da Petrobras.

RD Saúde [RADL3]

O diretor vice-presidente de Planejamento Corporativo, Relações com Investidores e M&A da RD Saúde (ex-Raia Drogasil), Eugênio De Zagottis, renunciou ao cargo, mas foi eleito membro do conselho de administração. Ele será substituído por Flávio de Moraes Correia, a partir de 10 de maio, na diretoria de RI e de Assuntos Corporativos.

Rede D’Or [RDOR3]

A Rede D’Or informou que o Banco Central aprovou a transferência do controle societário da SulAmérica Investimentos DTVM. A transação faz parte da incorporação da SulAmérica pela Rede D’Or, aprovada pelo Cade em dezembro de 2022.

WEG [WEGE3]

A WEG concluiu a aquisição dos negócios de motores elétricos industriais e geradores da Regal Rexnord Corporation, anunciada em setembro passado, por US$ 400 milhões.

Além disso, a fabricante de motores elétricos reportou lucro líquido de R$ 1,33 bilhão no primeiro trimestre de 2023 (1T24), montante 1,6% superior ao reportado no mesmo intervalo de 2023 e em linha com consenso LEG, que previa lucro de R$ 1,33 bilhão.

A companhia atribui o resultado do trimestre ao “desempenho positivo nas margens operacionais e no retorno sobre capital investido, fruto do bom desempenho dos negócios de ciclo longo, mix de produtos vendidos e da manutenção da eficiência operacional de nossas operações no Brasil e exterior”.

IRB Brasil [IRBR3]

O Colegiado da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) aceitou a proposta de acordo feita por Werner Romera Süffert, ex-CFO do IRB, para encerrar processo que apurou supostas irregularidades relacionadas à divulgação de informações ao mercado pelo IRB e seus administradores. O executivo se comprometeu a pagar R$ 400 mil à reguladora do mercado de capitais.

Oi [OIBR3]

O Colegiado do Comissão de Valores Mobiliários (CVM) rejeitou na terça-feira, 30, a proposta conjunta de acordo de cinco membros da diretoria da Oi, no valor de R$ 7.027.200, para encerrar processo que apurou supostas irregularidades na elaboração e divulgação das demonstrações financeiras relativas a 2015. Os executivos são Bayard Gontijo, Eurico De Jesus Teles Neto, Flavio Nicolay Guimarães, Marco Norci Schroeder e Jason Santos.

CSN [CSNA3]

A CSN, segunda maior produtora de cimento do Brasil, anunciou nesta quinta-feira acordo de exclusividade nas negociações para aquisição de 100% da rival Intercement, que além do Brasil possui ativos na Argentina e é controlada pelo grupo Mover, ex-Camargo Corrêa.

A companhia, que tem planos de listar as ações de suas operações de cimento, afirmou que ainda não assinou acordos vinculantes para uma potencial transação e que o período de exclusividade vai até 12 de julho.

A Votorantim Cimentos, líder do mercado nacional, também era uma das interessadas na Intercement.

B3 [B3SA3]

A B3 divulgou nesta quinta-feira a terceira e última prévia do Ibovespa que irá vigorar de 6 de maio a 30 de agosto, confirmando a entrada das ações da Vivara e registrando a saída dos papéis da Casas Bahia.

Assim, a próxima composição do Ibovespa, reúne os ativos com maior volume negociado no pregão da bolsa do Brasil e serve de referência para determinados investimentos, contará com 86 papéis de 83 empresas brasileiras.

Ultrapar [UGPA3] e Hidrovias do Brasil [HBSA3]

A Ultrapar informou que André Saleme Hachem, atual Diretor de Planejamento, Relações com Investidores e Sustentabilidade, assumirá a posição de diretor Financeiro e de Relações com Investidores (CFO) da Hidrovias do Brasil, empresa em que a Ultrapar passou a ser acionista de referência.

A Ultrapar comunica também a contratação de Alexandre Palhares – que teve passagens pelas áreas financeiras da Embraer, Cosan, Delta Energia e, mais recentemente, a Eurofarma – para assumir a posição de Diretor de Planejamento, Relações com Investidores e Tesouraria, passando a compor a equipe de reporte direto ao CFO.

Embraer [EMBR3]

A Embraer anunciou hoje a entrega de sua 1.800ª aeronave da família E-Jet, ocorrida em sua sede em São José dos Campos, interior de São Paulo. O modelo foi entregue à Royal Jordanian Airlines, marcando a terceira aeronave E2 adquirida pela empresa, que já opera quatro E-Jets de primeira geração. Segundo o acordo existente, a empresa receberá um total de oito E2s.

Segundo a Embraer, desde 2004, as aeronaves E-Jet têm sido usadas por 90 companhias aéreas e empresas de leasing em mais de 60 países. O E190-E2 é parte da família avançada de E-Jets, conhecida por sua eficiência em combustível e capacidade de até 150 assentos.

Em nota, o presidente e CEO da aviação comercial da Embraer, Arjan Meijer, afirmou que a companhia busca maneiras de aperfeiçoar suas aeronaves, reduzindo os custos operacionais, estendendo os intervalos de manutenção e adicionando novas tecnologias.

Eletrobras [ELET3]

A Eletrobras informou que ocorreu em 30 de abril a liquidação pelas Centrais Elétricas do Norte do Brasil (Eletronorte) da oferta pública da sua 5ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, com garantia adicional fidejussória da Eletrobras, em série única, no valor total de R$ 1 bilhão.

Também ocorreu a liquidação pela Companhia de Geração e Transmissão de Energia Elétrica do Sul do Brasil (CGT Eletrosul), da oferta pública da sua 5ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, com garantia adicional fidejussória da Eletrobras, em série única, no valor total de R$ 500 milhões.

Ambas as ofertas foram objeto de distribuição pública, sob o rito de registro automático, destinadas exclusivamente a investidores profissionais.

Em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa destaca que no âmbito de ambas as emissões, a Eletrobras assumiu o compromisso de fiadora e principal pagadora, com a renúncia expressa de determinados benefícios de ordem, direitos e faculdades de exoneração de qualquer natureza, sendo responsável pelo integral e pontual cumprimento de todas as obrigações principais e acessórias assumidas pelas emissoras.

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?