Fique de olho em Neoenergia [NEOE3], B3 [B3SA3], WEG [WEGE3] e outras

bolsa

Entre os destaques corporativos desta quarta-feira (24), a Neoenergia registrou um lucro líquido de R$ 1,12 bilhão no primeiro trimestre de 2024, uma queda de 7,0% em relação ao mesmo período do ano passado.

Neoenergia [NEOE3]

A Neoenergia registrou um lucro líquido de R$ 1,12 bilhão no primeiro trimestre de 2024, uma queda de 7,0% em relação ao mesmo período do ano passado.

A companhia registrou uma receita líquida de R$ 11,020 bilhões nos três primeiros meses do ano, cifra 1% inferior a apurada em igual período do ano passado.

O EBITDA (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi de R$ 3,5 bilhões entre os meses de janeiro e março.

B3 [B3SA3]

A B3 programou a divulgação de seus resultados financeiros relativos ao primeiro trimestre de 2024 para o dia 9 de maio (quinta-feira), após o fechamento dos mercados.

No dia seguinte, 10 de maio, a companhia realiza teleconferências em inglês e em português, às 10:00 e às 11:00, respectivamente.

PetroRecôncavo [RECV3]

A PetroRecôncavo inicia seu período de silêncio referente à divulgação dos resultados do primeiro trimestre de 2024 na quarta-feira, 24 de abril.

A divulgação de resultados vai ser realizada no dia 8 de maio de 2024, após o fechamento dos mercados.

WEG [WEGE3]

Em assembleia-geral ordinária e extraordinária (AGOE) realizada nesta terça-feira (23), acionistas de Cielo aprovaram o aumento do capital social de R$ 6.504.516.508,00 para R$ 7.504.516.508,00.

A capitalização vai ocorrer por meio da incorporação de parte do saldo da conta de Reserva de Lucros / Retenção de Lucros para Investimentos no valor de R$ 1 bilhão, sem aumento do número de ações.

SmartFit [SMFT3]

A SmartFit comunicou o resgate antecipado facultativo total de debêntures simples de 6ª emissão, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em série única.

A companhia pretende realizar a operação na próxima segunda-feira, 29 de abril, mediante pagamento do saldo do Valor Nominal Unitário das Debêntures, acrescido da Remuneração e de prêmio de resgate.

Títulos que serão objetos da medida serão cancelados pela companhia.

A operação fora condicionada a integralização das debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em até duas séries, para distribuição pública, sob o rito de registro automático, destinada a investidores profissionais, objeto da 9ª (nona) emissão da companhia.

Taesa [TAEE11]

A Taesa informou, nesta terça-feira (23), a conclusão da captação de recursos de longo prazo da companhia por meio da 15ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em duas séries, no valor total de R$1.300.000.000,00.

A operação foi coordenada pela XP Investimentos.

Recursos captados por meio da integralização das debêntures da primeira série serão utilizados para o resgate antecipado total ou a amortização antecipada extraordinária da 13ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em série única, da companhia.

Recursos captados pela companhia por meio da integralização das debêntures da segunda série, por sua vez, serão utilizados, única e exclusivamente, para investimento, pagamento futuro ou reembolso de gastos, despesas ou dívidas relacionadas aos projetos da companhia.

Simpar [SIMH3]

O conselho de administração de Automob elegeu Antônio da Silva Barreto Junior ao cargo de CEO após o mesmo colegiado da Simpar aceitar a renúncia do executivo ao posto de vice-presidente executivo de Planejamento e Gestão.

Como CEO, o executivo vai dar continuidade ao processo de consolidação e transformação da Automob, “como a oferta de produtos e serviços da mais alta qualidade e foco no crescimento, tanto orgânico como por aquisições estratégicas e complementares, que irão promover o contínuo ganho de escala, captura de sinergias e o desenvolvimento sustentável da companhia”.

Em três anos, desde o início do seu processo de consolidação, o faturamento da Automob passou de R$ 700 milhões para R$ 10,4 bilhões.

Barreto continua membro dos conselhos de administração da Automob, da JSL e da Vamos, onde também compõe o comitê financeiro.

Raízen [RAIZ4]

Por unanimidade de votos, membros do conselho de administração da Raízen Energia aprovaram, de forma unânime sem restrições, a obtenção de financiamentos de curto prazo pela companhia, e-ou por sua controladora Raízen, na qualidade de tomadoras, em um montante total de até R$ 3.500.000.000,00 (três bilhões e quinhentos milhões de reais), com a prestação de garantia fidejussória entre elas.

Vulcabras [VULC3]

Em assembleia-geral ordinária e extraordinária (AGOE) realizada nesta terça-feira (23), acionistas de Vulcabras aprovaram o novo plano de opção de compra de ações apresentado pela administração, para funcionários e administradores e de sociedades que estejam no controle direto ou
indireto da companhia.

Os termos do Plano 2024 – que incluem, sem limitação, a quantidade máxima de opções a serem outorgadas – estão descritos na Proposta da Administração, divulgada em 22 de março de 2024, e poderão ser consultados na ata da AGOE 2024 e por meio dos canais habituais de divulgação de informações, quais sejam, o site da CVM e o site de RI, em conformidade com a legislação e regulamentação em vigor.

Westwing [WEST3]

O conselho de administração de Westwing autorizou a contratação de Grant Thornton para prestação de serviços de auditoria externa e independente das demonstrações financeiras anuais da companhia, inclusive os serviços de revisão limitada do formulário de informações financeiras trimestrais, a serem elaboradas ao longo dos exercícios sociais, em substituição à EY.

A Grant Thornton inicia suas atividades a partir da revisão do ITR referente ao período de três meses a ser encerrado em 31 de março de 2024.

A substituição dos auditores independentes justifica-se pelo longo relacionamento que a companhia possui com EY, e entende ser saudável a rotação com um ciclo de antecipação, e por condições comerciais que, nesse momento, estão mais coerentes com sua estratégia.

Klabin [KLBN11]

Pedro Guilherme Zan foi eleito presidente do conselho fiscal de Klabin, com mandato vigente à próxima assembleia-geral ordinária (AGO) que deliberar sobre as demonstrações financeiras (DFs) da companhia relativas ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2024.

Ficou consignado que o executivo atende aos requisitos e não se sujeita às vedações previstas.

Cielo [CIEL3]

Nesta terça-feira (23), acionistas minoritários de Cielo recusaram a realização de um novo laudo de avaliação do preço das ações para fechar o capital da empresa de maquininhas de cartão.

Em fevereiro, uma oferta pública pelas ações (OPA) da companhia foi anunciada pelos controladores Banco do Brasil e Bradesco e pessoas a eles vinculadas, com objetivo à conversão de registro de companhia aberta da categoria “A” para “B” e à saída do segmento Novo Mercado, cujo processo de registro junto a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) tem seu curso então retomado.

Resta verificada uma das condições suspensivas da obrigação assumida pelos ofertantes de elevar o preço da OPA, caso ela venha a ser efetivamente lançada, com tal obrigação condicionada, ainda, a que sejam integralmente cumpridas as obrigações assumidas pelo grupo de acionistas minoritários que se comprometeu a apoiar a possível oferta.

PDG Realty [PDGR3]

VKR Fundo de Investimento Financeiro – Ações alienou sua participação acionária na PDG Realty, e, com isso, passou a deter 3.867.565 ações ordinárias (ON), equivalentes a aproximadamente 4,970% do capital social da companhia.

Equatorial [EQTL3]

A Equatorial Energia registrou 17.425 gigawatts-hora (GWh) de energia injetada no primeiro trimestre de 2024, um crescimento de 10% na base de comparação anual, de acordo com prévia operacional divulgada pela própria companhia nesta terça-feira (23).

A energia faturada chegou a 13.413 GWh nos três primeiros meses de 2024, uma alta de 8,90% em um ano. A energia distribuída, por sua vez, chegou a 14.353 GWh, uma extensão de 11,2% em relação ao mesmo período do ano passado.

Ao fim de março, o número de consumidores chegou a cerca de 14 milhões, crescimento de 2,5% em doze meses.

Carrefour [CRFB3]

O Carrefour Brasil registrou vendas brutas consolidadas de R$ 27,8 bilhões no primeiro trimestre de 2024, de acordo com números prévios e não auditados informados pela própria varejista na noite desta terça-feira (23).

O número representa um avanço de 2,5% na base de comparação anual, ao passo que o valor bruto de mercadorias (GMV) total avançou 52% em relação ao mesmo intervalo do ano anterior, a R$ 2,4 bilhões.

No segmento Cash & Carry, as vendas brutas somaram R$ 19,30 bilhões, crescimento de 6,6% em doze meses.

“Nossas vendas no trimestre refletiram uma melhora na dinâmica de volume, especialmente do B2B, cujo volume se recuperou diante de um ambiente inflacionário mais normal. O tráfego B2C nas nossas lojas também aumentou, beneficiado da adição de serviços focados nesse cliente (padaria, açougue e fatiados) em cinquenta e oito das nossas lojas”, explicou, em comunicado.

EcoRodovias [ECOR3]

Por unanimidade de votos e sem quaisquer ressalvas, o conselho de administração de EcoRodovias aprovou, no dia 19 de abril, o pagamento de dividendos ao acionista, no valor de R$ 6.000.000,00 (seis milhões de reais) ou seja, R$ 0,0028444 (ON) por ação ordinária integrante do capital social integralizado da companhia, relativos ao exercício social de 2023, com base em demonstrações financeiras levantadas em 31 de dezembro de 2023, auditadas e aprovadas em assembleia-geral ordinária realizada em 16 de abril de 2024, às 18:30.

O pagamento dos dividendos foi programado a ser realizado na mesma data, e cabe à companhia informar os valores e datas das liberações.

Cogna [COGN3]

O J.P. Morgan adquiriram um total de 8.334.792 ações ordinárias da Cogna e elevou sua participação na companhia para 5,15%.

Com isso, o banco possui um total de 1.876.606.210 ações ordinárias.

Copel [CPLE6]

A Copel informou nesta quarta-feira (24), que a BlackRock elevou sua participação na companhia. A gestora adquiriu ações preferenciais classe B da Copel.

Com isso, sua fatia, de forma agregada, passou a ser 106.401.154 ações preferenciais classe B e 1.522.366 American Depositary Receipts (ADRs), representativos de 6.089.464 ações preferenciais classe B de emissão da companhia, totalizando 112.490.618 são ações preferenciais classe B, cerca de 6,698% do total de ações preferenciais classe B, além de 2.370.421 ações ordinárias, representando 0,182% do total de ações ordinárias emitidas pela Copel, totalizando 114.861.039 ações, independentemente de classe ou espécie, representando 3,850% do total de ações.

Segundo a BlackRock, o objetivo dessas participações é estritamente de investimento, não objetivando alteração do controle acionário ou da estrutura administrativa da companhia.

Embraer [EMBR3]

A empresa da Embraer, Eve Air Mobility, anunciou a produção do 1º protótipo em tamanho real de “carro voador”, chamado de eVTOL, “até o fim deste ano”.

“A Eve só tinha montado e até colocou para voar o modelo de escala 1:3, que é como se fosse um drone gigante. Agora, vamos produzir o veículo de verdade, que iremos usar no futuro”, disse o presidente da Embraer-X, área de inovação da Embraer, Daniel Moczydlower, ao site G1.

Segundo o executivo, essa “é uma etapa essencial para começar a certificação com a Anac [Agência Nacional de Aviação Civil]”.

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?