Fique de olho em Track&Field [TFCO4], Prio [PRIO3] Iochpe-Maxion [MYPK3] e outras

bolsa

Entre os destaques corporativos desta terça-feira (06), PetroRio [PRIO3] informou participação acionária relevante, Unipar [UNIP3] elegeu novo diretor financeiro, e a CCR [CCRO3] anunciou acordo de barcas no Rio de Janeiro. 

Track&Field [TFCO4] comunicou aumento de participação acionária, Iochpe-Maxion [MYPK3] esclareceu que foi vítima de ataque cibernético, e a Riva [RIVA3] anunciou eleição da diretoria.

PetroRio [PRIO3]

A BlackRock, em correspondência à PetroRio, informou que detém 44.049.995 de ações ordinárias, que representam 4,999% do capital social da Prio. 

Os investidores declaram que as movimentações realizadas não objetivam alterar a composição do controle ou a estrutura administrativa da companhia.

Unipar [UNIP3] 

A Unipar informou que seu conselho de administração, em reunião realizada em 5 de dezembro de 2022, elegeu Antonio Marco Campos Rabello para o cargo de diretor financeiro e de relações com investidores.

Os membros do conselho tomaram conhecimento da renúncia de Maurício Parolin Russomanno, ao cargo de diretor de relações com investidores, permanecendo no cargo de diretor-presidente da companhia.

CCR [CCRO3]

A CCR comunicou que sua controlada Barcas Transportes Marítimos (CCR Barcas) realizou reunião com o Estado do Rio de Janeiro, em que as partes estabeleceram condições gerais para futuro acordo que, se formalizado, estará sujeito a homologação pelo poder judiciário.

Tal composição viabiliza a continuidade da prestação dos serviços de transporte aquaviário de passageiros pela concessionária, por um prazo limitado, e assegurará o recebimento, pela CCR Barcas, de indenização correspondente ao ressarcimento dos custos incorridos pelos serviços prestados. 

Track&Field [TFCO4]

A Track&Field comunicou que os veículos de investimento sob gestão da BC Gestão de Recursos, em 5 de dezembro de 2022, passaram a deter 16 milhões de ações preferenciais, correspondente a 10,1% do capital social da companhia.

Iochpe-Maxion [MYPK3]

A companhia informou que, em 5 de dezembro de 2022, foi vítima de um ataque cibernético em seu ambiente de tecnologia da informação, que resultou em indisponibilidade de parte de seus sistemas e operações em algumas unidades no Brasil e no exterior. 

A Iochpe-Maxion acionou seus protocolos de controle e segurança para conter o ataque, tendo preventivamente isolado alguns de seus sistemas para proteção do ambiente. 

 

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?