Hashdex leva representantes para Expert XP e detalham sobre os ETFs listados na B3

Screenshot do evento Expert XP- Stande BRA BS

A Expert XP reúne os principais projetos e empresas voltadas para o universo de investimentos, além de contar com grandes nomes, como analistas e influenciadores. No penúltimo dia do evento, o stand da BS\ Investimentos e BRA recebeu alguns desses experts e dentre eles, os representantes da Hashdex.

O bate-papo entre os representantes da Hashdex Precyla Eller e Renato Campos foi intermediado pelo analista da Benndorf Research, João Tonello. O encontro promoveu pontos importantes para aqueles que procuram uma opção de investimento cripto, e o principal deles é justamente os ETFs de criptoativos listados na B3.

O que é a Hashdex?

A Hashdex é uma gestora de ETFs focada em criptoativos fundada em 2018. A empresa é 100% brasileira e ganhou notoriedade com o primeiro ETF cripto do mundo, o HASH11.

Atualmente, a gestora conta com seis ETFs listados na bolsa e dispara na liderança dos demais concorrentes na América Latina.

“Em ordem cronológica, são seis ETFs listados. Um passo importante que a Hashdex deu foi criar um índice junto com a NASDAQ chamado NASDAQ Crypto Index, que busca replicar o mercado cripto como um todo. Hoje é um índice predominantemente formado por Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH), mas abre espaço para outras criptomoedas”, disse Renato Campos.

Com essa ligação direta com a NASDAQ, a Hashdex lançou então, em 20221, o principal ETF o HASH11. O fundo faz o papel de replicar o Nasdaq Crypto Index (NCI).

Após o sucesso e visibilidade que a primeira tentativa trouxe, vieram em sequência o BITH11, que é focado especificamente em investimentos com o Bitcoin (BTC) e o ETHE11 voltado para aplicações em Ethereum (ETH). Vale ressaltar que esses ETFs são mono ativos.

“Esse ano, a partir de fevereiro, nós lançamos três ETFs novos que são cestas temáticas. A primeira é a DEFI11 que replica o índice de investimentos em finanças descentralizadas. Depois, em março, veio o WEB311 que investe nas plataformas de contratos inteligentes, e no final de junho lançamos o META11 que esse investe na tese de entretenimento na Blockchain”, explicou Renato Campos.

Veja o vídeo completo:

 

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Related Posts

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE