HSBC perde 46% do lucro na comparação anual; IPCA-15 é destaque por aqui

10359_C2A44201973B057B-1


As bolsas da Europa operam sem direção única nesta terça-feira (25), enquanto investidores digerem os primeiros balanços de grandes bancos da região. Os futuros de Nova York registram alta, com investidores à espera de balanços trimestrais de uma série de empresas relevantes dos Estados Unidos, incluindo Alphabet, Microsoft, Coca-Cola, Twitter e GE, e de dados de confiança do consumidor americano.

A secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, voltou a reconhecer, nesta madrugada, que a inflação no país está “muito alta”, mas reforçou otimismo de que a escalada dos preços arrefecerá nos próximos meses. “Há bons indicativos preliminares de que inflação cairá”, afirmou, em entrevista à emissora americana MSNBC.

Yellen ressaltou que a taxa de desemprego a 3,5% demonstra a solidez do mercado de trabalho dos EUA e sugere que o quadro não é de recessão. Ainda assim, a chefe do Tesouro reiterou que a alta inflacionária segue como um desafio no curto e médio prazo. “Não posso descartar o risco de [uma recessão], mas acredito que há um caminho para reduzir a inflação em um contexto de mercado de trabalho forte”, disse.

De volta às praças europeias, o HSBC, maior banco do continente em valor de mercado, apurou lucro líquido de US$ 1,91 bilhão no terceiro trimestre deste ano, uma queda de 46% ante o ganho de US$ 3,543 bilhões registrado em igual período de 2021.  Segundo o documento, a receita da empresa recuou 3% na mesma base comparativa, a US$ 11,616 bilhões.

A instituição financeira atribuiu a queda do lucro à esperada venda de seus negócios bancários na França, além da “impactos adversos da conversão de moeda estrangeira.” A expectativa é por perdas de US$ 2,4 bilhões associadas à operação.

O HSBC reservou mais provisões contra empréstimos ruins, relatando perdas de crédito esperadas de US$ 1,1 bilhão para o trimestre, que refletem “aumento da incerteza econômica, inflação, aumento das taxas de juros e os desdobramentos em andamento no setor imobiliário comercial da China continental”, afirmou. Isso se compara a uma liberação líquida de US$ 659 milhões no mesmo período do ano passado.

Já o UBS Group informou que seu lucro e receita no terceiro trimestre superaram as expectativas, à medida que taxas de juros mais altas compensaram parcialmente o impacto da menor atividade de clientes em seu banco de investimento.

O banco suíço reportou lucro líquido de US$ 1,73 bilhão nos três meses até o final de setembro, abaixo dos US$ 2,28 bilhões no mesmo período do ano passado. A receita foi de US$ 8,24 bilhões, em comparação com US$ 8,92 bilhões no terceiro trimestre de 2021.

Apesar da queda no ano, o banco com sede em Zurique superou as estimativas de lucro líquido de US$ 1,53 bilhão e receita de US$ 8,16 bilhões, segundo consenso de analistas fornecido pela empresa.

A ação do HSBC chegou a cair mais de 4% nos primeiros minutos do pregão da bolsa de Londres. Por outro lado, os papéis do UBS operavam em alta em Zurique.

Na Alemanha, o índice Ifo de sentimento das empresas caiu marginalmente entre setembro e outubro, de 84,4 para 84,3 pontos, permanecendo no menor nível desde maio de 2020, uma vez que é esperado um inverno desafiador em meio à crise energética que aflige a Europa.

O resultado de outubro, porém, ficou bem acima da previsão de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que esperavam queda do indicador a 83,6 pontos. A leitura de setembro foi ligeiramente revisada para cima, de 84,3 pontos originalmente.

“A economia alemã vai enfrentar um inverno difícil”, comentou o presidente do Ifo, Clemens Fuest. As companhias estão menos satisfeitas com os negócios atuais, enquanto suas expectativas melhoram, afirmou.

As bolsas da Ásia fecharam majoritariamente com perdas moderadas, ainda digerindo a conclusão do 20° Congresso do Partido Comunista da China, que confirmou um novo mandato para o atual líder do país, Xi Jinping. Exceção, a bolsa japonesa fechou com ganhos.

Por aqui, a agenda traz a divulgação da leitura de outubro para o IPCA-15 e a arrecadação de setembro. Destaque também para a confiança do consumidor do Brasil e para o balanço da Vivo (VIVT3).

O mercado espera avanço de 0,09% no IPCA-15 em outubro, ante queda de 0,37% em setembro. As projeções vão de deflação de 0,30% a alta de 0,22%, segundo o Projeções Broadcast.

Em São Paulo, o IPC-Fipe subiu 0,39% na terceira quadrissemana de outubro, ganhando leve força em relação à alta de 0,33% observada na segunda quadrissemana deste mês.

Em relação às empresas de capital aberto, o relatório de produção e vendas da Petrobras (PETR3; PETR4) referentes ao terceiro trimestre veio em linha com as estimativas da XP. A corretora reiterou recomendação de compra para as ações da estatal, destacando que vê o papel com uma assimetria interessante.

Em relatório, os analistas Andre Vidal e Helena Kelm destacam que esperam mais um trimestre sólido de geração de caixa. A casa projeta um Ebitda de US$ 17,6 bilhões e dividendos de cerca de US$ 6 bilhões (7% yield, 28% anualizado). “Negociando com múltiplo de 2,5 vezes o EV/Ebitda previsto para 2023 e com um carry de dividendos tão positivo, ainda vemos a ação como uma assimetria interessante, e mantemos nossa recomendação de compra”, afirmam.

Sobre a produção, os profissionais lembram que muitos dados são disponibilizados anteriormente através da ANP e por isso não houve surpresas no relatório. A produção brasileira de petróleo ficou em 2,114 milhões de óleo equivalente (boed), basicamente estável no trimestre e com recuo de 7% ante um ano.

No front político, a agenda dos presidenciáveis está a todo vapor cinco dias antes das eleições. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem uma entrevista, à Rádio Nova Brasil FM, na agenda de compromissos. À noite, Lula participa de uma live sobre suas propostas, ao lado de apoiadores.

Enquanto isso, após uma agenda focada no Sudeste, o presidente Jair Bolsonaro (PL) volta as atenções, novamente, ao Nordeste. Nesta terça-feira, ele visita Guanambi e Barreiras, no interior da Bahia, onde realiza comícios e encontros com líderes.

Desempenho dos principais índices às 7h50:

🇺🇸 S&P Futures -0,23%

🇩🇪 DAX -0,74%

🇺🇸 Nasdaq +0,01%

🇬🇧 FTSE -0,51%

🇫🇷 CAC +0,39%

🛢 Petróleo Brent -1,05%

🛢 Petróleo WTI -1,10%

💵 Índice Dólar +0,07%

🇺🇸 S&P VIX +0,37%

💰 Bitcoin -0,57%

💲 Ethereum -0,28%

 

(Com Agência Estado)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?