Ibovespa tem forte queda, em meio a preocupação fiscal e cenário de cautela no exterior

stock-g281e8d53c_1920

O Ibovespa fechou em forte queda nesta quarta-feira (16), em meio a preocupações com o cenário fiscal no novo governo. Declarações de nomes da equipe de transição do governo Lula a respeito de um possível aumento dos gastos fora do teto motivam cautela dos investidores, que aguardam a definição do nome que assumirá o Ministério da Fazenda a partir do ano que vem. Além disso, tensões no exterior relacionadas ao conflito entre Rússia e Ucrânia e declarações de executivos do Fed a respeito do aperto monetário nos Estados Unidos seguem no radar.

O foco do mercado, assim como nos últimos pregões, tem se voltado para a equipe econômica do governo eleito. De acordo com Felipe Cunha, da Manchester Investimentos, era esperado que os indicados para a transição fossem responsáveis com a questão fiscal, porém, os nomes selecionados indicam o contrário.

Jefferson Laatus, estrategista-chefe do Grupo Laatus, adiciona que, caso o escolhido para a Fazenda seja o de Fernando Haddad, o mercado deve apresentar certo “estresse”, tendo em vista que seria considerado um nome político em uma pasta muito importante.

O dólar fechou em alta expressiva, contrariando o movimento no exterior. O panorama fiscal também pressionou o real em relação à moeda americana, apesar da alta do minério de ferro na bolsa de Cingapura, que motivou a entrada de capital estrangeiro pela manhã.

O vice-presidente eleito Geraldo Alckmin segue articulando no Congresso para viabilizar as propostas da campanha de Lula, que pode incluir a retirada dos gastos com o Bolsa Família do teto por tempo indeterminado, o que motiva cautela no mercado. O texto da PEC de Transição deve ser apresentado ainda hoje.

📊 Ibovespa 110.243,33 pontos (-2,58%)
💰 Volume R$ 51,2 bilhões
💵 Dólar R$ 5,3817 (+1,55%)

A Embraer [EMBR3] foi o principal destaque positivo da sessão, com alta de 9,94%. O mercado reage à aprovação de um financiamento de R$ 2,2 bilhões divulgado pelo BNDES, destinado à exportação de aviões.

Entre os poucos papéis restantes que registraram ganhos hoje, destaque para a Suzano [SUZB3], com avanço de 1,49%, e para a CSN Mineração [CMIN3], que acompanhou a alta na commodity de referência e subiu 2,12%.

Do lado negativo, a disparada dos juros futuros, em meio a incertezas relacionadas ao cenário fiscal no novo governo, pressionou diversos setores do índice, especialmente o de operadoras de saúde, varejistas e construtoras.

O principal destaque foi o setor de saúde, com a Hapvida [HAPV3] liderando as baixas do dia, com 10,94%. O mercado também segue reagindo negativamente aos números referentes ao 3T22 da companhia, publicados na última quinta-feira (10). Entre seus pares, Qualicorp [QUAL3] e SulAmérica [SULA11] recuaram 3,41% e 5,92%, respectivamente.

Entre as varejistas, destaque para Americanas [AMER3] e Magazine Luiza [MGLU3], com recuos de 9,81% e 8,01%. Via [VIIA3] teve queda de 6,69%, enquanto Petz caiu 4,52%.

No setor de construção, Cyrela [CYRE3] e EZTec [EZTC3] caíram 6,08% e 3,53%.

No caso das techs, a maior aversão ao risco verificada hoje colaborou para o desempenho negativo proporcionado pela forte alta dos DIs. Locaweb [LWSA3] esteve entre os maiores recuos do dia, com 8,10%, enquanto Méliuz [CASH3] e Totvs [TOTS3] caíram 7,38% e 7,32%, respectivamente.

Apesar do destaque positivo para CSN Mineração [CMIN3], o restante do setor foi pressionado pelo “mau-humor” do mercado e fechou majoritariamente em queda, com Vale [VALE3] recuando 1,04%, enquanto Gerdau [GGBR4] caiu 2,02%.

⬆️ Maiores altas do índice

🟢 EMBR3 +9,94%
🟢 BRAP4 +2,16%
🟢 CMIN3 +2,12%

⬇️ Maiores baixas do índice

🔴 HAPV3 -10,94%
🔴 AMER3 -9,81%
🔴 BEEF3 -9,27%

(Com Agência Estado e BDM Online)

 

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?