Ibovespa reage a tom duro do Fed; petróleo opera na esteira de NY

Fonte: Tainá da Silva

O Ibovespa opera no vermelho nesta terça-feira (27), na esteira das bolsas dos Estados Unidos. Os investidores americanos avaliam as palavras do presidente do Fed de St. Louis, James Bullard, em evento. Segundo ele, o pico provável da taxa de juro é de cerca de 4,5%.

As ações da Gerdau (GGBR4) lideram a ponta positiva do índice. Logo abaixo estão Suzano (SUZB3), após o Itaú BBA avaliar o atual preço dos papéis da empresa como um bom ponto de entrada, e BRF (BRFS3). A última teve recomendação elevada pelo J.P. Morgan.

Entre os destaques negativos, estão Yduqs (YDUQ3), Americanas (AMER3) e Magazine Luiza (MGLU3), com quedas superiores a 4%.

Boa parte das varejistas e construtoras virou para baixo, após registrarem fortes altas na abertura. “Isso deve acontecer bastante nesta semana. Hoje, por exemplo, a deflação do IPCA-15 animou mais cedo, mas agora, com a alta da confiança do consumidor nos Estados Unidos e das vendas de imóveis novos no país, o mercado volta a ficar receoso, porque isso pode significar apertos duros e mais rápidos da política monetária americana”, avaliou analista consultado pelo Broadcast.

Desempenho do Ibovespa em 27 de setembro (Fonte: Bloomberg)

O dólar também registra baixa, mas é atingido pela volatilidade do mercado internacional e reduz o ritmo de queda. A divisa americana negociada no mercado à vista chegou a tocar mínima no patamar dos R$ 5,29 mais cedo, mas há pouco registrou máxima em R$ 5,38, praticamente estável em relação ao fechamento de ontem. 

Na avaliação de estrategistas consultados pelo Broadcast, a volatilidade não deve passar tão cedo, levando em conta as incertezas do cenário externo e a proximidade da eleição presidencial no Brasil. Também vale se atentar ao tom duro das falas dos dirigentes do Fed hoje, deixando claro que não há chance de queda de juros em 2023, enquanto a ata do Copom ajuda o câmbio doméstico ao confirmar o tom hawkish do Banco Central, ainda que o IPCA-15 abaixo do esperado tenha apontado para o lado oposto.

🇧🇷 Ibovespa -0,29% (108.792)

💵 Dólar -0,33% (R$ 5,36)

Cotações registradas às 12h45
 

Commodities

O petróleo tem alta firme e acelera os ganhos, após a abertura fortemente positiva das bolsas de Nova York, num dia em que ativos considerados mais arriscados tentam se recuperar de robustas perdas acumuladas desde a semana passada.

O minério de ferro fechou em alta, revertendo o firme sinal negativo da véspera.

🛢 Brent +2,58% (US$ 85,00)

🛢 WTI +2,56% (US$ 78,67)

🇨🇳 Minério de ferro +1,38% (US$ 97,58)

Cotações registradas às 12h45; minério de ferro referente a Qingdao

 

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?