Ibovespa recua com baixa liquidez e pessimismo doméstico e externo; apenas 5 papéis fecham em alta

stock-g281e8d53c_1920

O Ibovespa fechou em queda firme nesta segunda-feira (05), com liquidez reduzida por conta do jogo da Seleção Brasileira nas oitavas de final da Copa do Mundo, contra a Coréia do Sul. No plano doméstico, o mercado esteve atento às negociações relacionadas à PEC de Transição, que pode ser votada amanhã na CCJ do Senado ainda com um valor considerado “robusto” fora do teto de gastos. No exterior, o pessimismo no mercado americano após a divulgação do PMI de serviços foi o principal fator de pressão, em meio à expectativa de um Fed mais hawkish no aperto monetário.

Hoje, apenas cinco papéis fecharam no terreno positivo, refletindo o forte pessimismo presente no mercado doméstico. A alta dos juros futuros, em meio às instabilidades no plano doméstico e no externo, pressionou a maior parte dos ativos

O dólar voltou a fechar em alta, acompanhando a valorização verificada no mercado internacional. A adoção de uma postura mais agressiva pelo banco central americano tende a fortalecer a moeda do país, pressionando as divisas de países emergentes.

Além disso, a possível aprovação da PEC com o valor extrateto considerado “acima” do aceitável pelo mercado também agrava preocupações fiscais, que motivam a adoção de posições defensivas por parte dos investidores.

📊 Ibovespa 109.401,41 pontos (-2,25%)
💰 Volume R$ 22,4 bilhões
💵 Dólar R$ 5,2829 (+1,30%)

Entre os poucos destaques positivos, Klabin [KLBN11] e Suzano [SUZB3] foram as duas maiores altas do índice hoje, de 2,22% e 2,20%, beneficiadas pela flexibilização de medidas restritivas relacionadas à Covid-19 na China. Além disso, a alta do dólar também tende a beneficiar os ativos.

Usiminas [USIM5] e CSN [CSNA3] registraram ganhos de 1,07% e 0,14%, acompanhando o avanço da commodity de referência na bolsa de Cingapura. Ainda assim, a Vale [VALE3] não acompanhou o avanço e recuou 0,10%

Do lado negativo, a maior contribuição foi a do Itaú [ITUB4], que possui forte peso de negociação no índice. O papel recuou 2,92%, enquanto, entre seus pares, Bradesco [BBDC4] e Santander [SANB11] tiveram quedas de 3,71% e 1,87%, respectivamente. Banco do Brasil [BBAS3] caiu 2,30%.

A Positivo [POSI3] liderou as perdas do dia, com 11,50%, pressionada pela alta dos juros, além de sua exclusão da carteira teórica do Ibovespa no período entre janeiro e abril de 2023. Entre outras techs, Totvs [TOTS3] e Locaweb [LWSA3] recuaram 8,01% e 5,91%, respectivamente.

Entre outros papéis afetados pela alta dos DIs, destaque para varejistas, construtoras e para a Qualicorp [QUAL3], que foi o segundo maior recuo do dia, com 9,74%.

EZTec [EZTC3] recuou 7,30%, enquanto Lojas Renner [LREN3], Americanas [AMER3] e Magazine Luiza [MGLU3] fecharam em queda de 7,80%, 6,93% e 4,94%, respectivamente.

⬆️ Maiores altas do índice

🟢 KBLN11 +2,22%
🟢 SUZB3 +2,20%
🟢 USIM5 +1,07%

⬇️ Maiores baixas do índice

🔴 POSI3 -11,50%
🔴 QUAL3 -9,74%
🔴 TOTS3 -8,01%

(Com Bloomberg, Agência Estado e BDM Online)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?