Inflação do Reino Unido marca sessão de hoje; bolsas da Europa fecham em alta

Foto com bandeiras da União Europeia no mastro. Representa bolsas da Europa

Os mercados acionários europeus fecharam em alta, em sessão marcada por fala de dirigente do Banco Central Europeu (BCE), e por dados de inflação do Reino Unido. Investidores ficam no aguardo da próxima decisão de juros dos principais bancos centrais.

Pela manhã, François Villeroy, dirigente do BC europeu e presidente do Banco Central da França, afirmou que não é possível excluir a recessão temporária na França no próximo ano, projetando que, ao longo de 2022, o Produto Interno Bruto (PIB) do país cresça. 

Já entre os drivers do Reino Unido, se destaca a publicação do Banco da Inglaterra, que indicou que a mediana das expectativas da inflação recuou tanto para um ano quanto para 12 anos. Investidores também se mantêm cautelosos no aguardo da decisão de juros do BCE na próxima semana. 

A CMC Markets afirmou que a atenção dos investidores nas ações europeias agora está voltada para os próximos indicadores, em meio a um cenário de desaceleração do crescimento e dúvidas sobre a natureza endurecida da inflação.

Entre as ações em destaque, a britânica DS Smith fechou em alta de mais de 4% na Bolsa de Londres, após registrar maior receita e lucro no primeiro semestre que o esperado. 

No sentido contrário, a companhia Anglo American mostrou fragilidade em Londres, registrando queda de mais de 3%, após reduzir a perspectiva de produção de cobre para 2E. 

🇩🇪 DAX +0,74%
🇫🇷 CAC +0,46%
🇬🇧 FTSE +0,06%

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?