Investidores de Bitcoin perdem mais de US$ 7 bi em 3 dias, maior prejuízo da história

BC pergunta a mercado impacto de limitação do ICMS sobre projeções de inflação


Dados da casa de análise Glassnode indicam que, nos últimos dias, investidores saíram de suas posições no Bitcoin (BTC), avaliadas em US$ 7,3 bilhões. Essa é a maior perda denominada em dólar da história do ativo.

Segundo a Glassnode, as perdas realizadas são o total de perda (com valor em dólar americano) de todas as moedas trocadas cujo preço na última movimentação era maior do que o preço na movimentação atual. Essa ferramenta pode ser usada para medir quantas moedas foram movimentadas a qualquer preço.

A casa de análise disse que cerca de 555 mil BTC foram negociados com preços entre US$ 18 mil e US$ 23 mil, fortes níveis de suporte e de resistência, respectivamente, para o ativo nos últimos dias. Dados mostram que as perdas ficaram entre US$ 1,3 bilhão e US$ 2 bilhões por dia.

Detentores de longo prazo ou aqueles que tinham BTC há mais de 155 dias liquidaram mais de 178 mil BTC com preços menores do que US$ 23 mil. No entanto, essas liquidações foram apenas 1,31% do total.

A Glassnode afirmou que alguns desses detentores compraram as moedas a US$ 69 mil, pico histórico do Bitcoin, e venderam por US$ 18 mil, tendo uma perda de quase 75%.

Essas liquidações podem ter contribuído para a queda abaixo de US$ 20 mil do Bitcoin no fim de semana. O BTC chegou a US$ 18.319 e sua capitalização do mercado despencou para cerca de US$ 350 bilhões, uma queda de 73% do pico registrado em novembro.

O Bitcoin encontrou resistência a US$ 21 mil na manhã desta segunda-feira após rali observar US$ 2 mil adicionados aos preços nas últimas 24 horas. Os gráficos mostram que o nível a US$ 21 mil serviu como suporte nas últimas semanas.

No mercado de futuros geral, os futuros de Bitcoin acumularam US$ 436 milhões em liquidações nos últimos três dias. Segundo a Coinglass, as opções compradas — apostas em preços mais altos — formaram a maioria dessas perdas.

Essa movimentação aconteceu após derrocada do Bitcoin na última semana em meio a queda no mercado de ações geral, com inflação excedendo as estimativas de analistas e com aumento das taxas pelo Federal Reserve (Fed) em 75 pontos-base — o maior dos últimos 28 anos.

Enquanto isso, analistas da Glassnode afirmaram que os dados nos níveis atuais de preço sugerem um piso do mercado. “Nós podemos ver que, com preços baixando para US$ 17 mil ontem, apenas 49% da oferta de BTC saiu no lucro”, disse a empresa no Twitter, citando a ferramenta de Porcentagem de Lucro de Oferta.

“Mercados históricos com tendência de baixa chegaram ao piso e se consolidaram com 40% a 50% de oferta com lucro”, disse a Glassnode.

No entanto, traders mantêm a cautela. Alguns dizem que as condições macroeconômicas devem melhorar e a abordagem agressiva do Fed a políticas monetárias deve diminuir antes de os mercados de criptomoedas observarem esse piso.

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Receba o TradeNews no seu e-mail

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?