Investidores de petróleo avaliam risco da ômicron sobre demanda

Investidores de petróleo avaliam risco da ômicron sobre demanda


O mercado de petróleo segue atento ao impacto da variante ômicron sobre a demanda.

Os futuros do barril tipo Brent oscilavam entre perdas ganhos, com pouca variação em meio aos baixos volumes de negociação. O West Texas Intermediate recuava em relação ao fechamento de quinta-feira, já que o mercado americano ficou fechado na véspera de Natal. O total diário de infecções pela ômicron nos Estados Unidos ultrapassou o nível visto na onda da variante delta, enquanto a China registrou o maior número de casos desde janeiro.

Ainda assim, a estrutura de mercado do petróleo Brent sinaliza certo otimismo. A diferença entre os dois contratos mais próximos voltou a mostrar um padrão altista nos últimos dias, depois de entrar brevemente em contango (quando os preços no curto prazo são mais baixos do que no mercado futuro). Na segunda-feira, o spread era de 45 centavos o barril no chamado “backwardation” (quando as cotações no curto prazo são negociadas acima dos níveis para entrega em data futura), em comparação com 10 centavos no contango há cerca de uma semana.

O rali do petróleo em relação às mínimas da pandemia esbarrou em grandes obstáculos diante da rápida propagação da ômicron. Ao mesmo tempo, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados têm elevado a oferta, e os EUA lideraram uma venda coordenada das reservas estratégicas nacionais. Como parte dessa medida, o Japão planeja liberar cerca de 630 mil barris dos estoques, e um funcionário do Ministério do Comércio disse que mais podem vir em seguida.

Entre os problemas causados pela ômicron, companhias aéreas cancelaram voos devido à falta de tripulantes, o que ameaça a recuperação preliminar da demanda por combustível de aviação. Anthony Fauci, conselheiro médico-chefe do presidente Joe Biden, disse que os americanos devem se manter vigilantes contra a nova cepa, apesar dos sinais de que os sintomas da ômicron podem ser menos graves, porque o volume de casos ainda assim pode sobrecarregar hospitais.

“Mesmo que a ômicron seja menos virulenta, parece que seu contágio tem potencial de atrapalhar o fluxo de bens e serviços com o isolamento dos trabalhadores”, disse Jeffrey Halley, analista de mercado sênior da Oanda Asia Pacific. Isso implicaria em níveis mais baixos de consumo de petróleo, afirmou.

Traders também ficarão de olho nas negociações na segunda-feira sobre uma possível retomada do acordo nuclear com o Irã, o que pode abrir caminho para a retomada dos fluxos oficiais de petróleo. A União Europeia disse que os negociadores precisam acelerar os esforços para resolver o impasse entre os governos de Teerã e Washington.

©2021 Bloomberg L.P.

Analista da Rico Corretora ensina ferramentas práticas a extrair lucro do mercado financeiro de forma consistente. Inscreva-se Grátis.

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Receba o TradeNews no seu e-mail

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?