JPMorgan e HSBC veem piso para mercado de ações e ETF brasileiro atrai investidor

JPMorgan e HSBC veem piso para mercado de ações e ETF brasileiro atrai investidor


(Bloomberg) — Os investidores globais estão apostando que o mercado de ações brasileiro pode estar chegando perto do fundo do poço, depois de registrar um dos piores desempenhos entre as bolsas ao redor do mundo neste ano.

O ETF iShares MSCI Brasil, maior fundo de índice de ações brasileiras listado nos Estados Unidos, registrou entrada líquida de US$ 200 milhões no início desta semana, a maior em quase dois anos, segundo dados compilados pela Bloomberg.

O ETF, conhecido como EWZ e com US$ 5,1 bilhões em ativos, não tem saída líquida diária desde agosto, e a injeção desta semana reduziu o saldo negativo no acumulado do ano para US$ 735 milhões. Os ETFs latino-americanos lideraram o ingresso de recursos entre os mercados emergentes na semana passada, enquanto os temores com a variante ômicron afetaram os mercados asiáticos.

Os preços descontados das ações estão atraindo investidores que olham além das perspectivas de juros mais altos e crescimento mais fraco no Brasil.

Depois de cair quase 10% neste ano, o Ibovespa negocia a cerca de 7,9 vezes o lucro estimado, bem abaixo das médias históricas. O preço sobre lucro estimado chegou a atingir 7,5 no início deste mês.

Apesar de um cenário macro difícil e da maior volatilidade decorrente das eleições presidenciais em outubro, o JPMorgan espera que o Ibovespa feche 2022 em 133 mil pontos, o que sugere potencial de alta de cerca de 24% em relação ao fechamento de terça-feira. As notícias negativas já estão amplamente precificadas, escreveu em relatório a estrategista Emy Shayo.

No início desta semana, o HSBC também soltou um relatório favorável sobre as ações brasileiras, dizendo que o sentimento do investidor pode melhorar significativamente no primeiro trimestre do próximo ano.

A Selic deve atingir o pico de 10,25% em fevereiro, enquanto um real mais estável pode ajudar empresas com custos em dólares como a Ambev (ABEV3) e a Lojas Renner (LREN3), escreveram os estrategistas liderados por Nicole Inui no relatório de 6 de dezembro.

“Recomendamos um posicionamento antecipado e mantemos nossa recomendação overweight”, escreveu Inui.

Analista da Rico Corretora ensina ferramentas práticas a extrair lucro do mercado financeiro de forma consistente. Inscreva-se Grátis.

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Receba o TradeNews no seu e-mail

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?