Juros em alta e inflação em baixa. Quem está mentindo? E o que comprar?

como investir no brasil

No dia 10 de abril, às 9h, piscou na tela dos monitores o IPCA do mês de março. O número mostrou uma aceleração de 0,16%, bem abaixo da expectativa de 0,23%. O mercado se animou por meia hora, até anunciarem a exata versão gringa do IPCA, só que dos EUA. O número estragou o mercado, que virou pro negativo numa tendência que dura até hoje.

Cinco dias depois, o governo alterou a nova meta fiscal para 2025 de um superávit de 0,5% do PIB para zero. A redução da meta fiscal não foi o que derrubou os mercados – apesar da mídia ter noticiado dessa forma. Digo isso, porque a alteração não só era amplamente esperada como os próprios analistas não acreditam nem no déficit zero. Mas o que azedou os mercados?

A confusão gira em torno de abatimentos contábeis envolvendo os gastos com precatórios (despesas decorrentes de decisões judiciais). A meta zero foi anunciada sem descontar R$ 39,9 bilhões dos precatórios, o que tecnicamente não é errado, já que o foi autorizado pelo Supremo Tribunal Federal ano passado. Mas seria desejável definir a meta zero considerando esse gasto!

Com um ímã de fora do Brasil atraindo dinheiro e o cenário local expulsando, o dólar bateu R$ 5,30, e o mercado colocou na conta o quanto isso significa de inflação adicional. O resultado é uma taxa terminal próxima de 10% ao ano.

Dentro desse cenário, oportunidades surgem no mundo de renda-fixa, em especial a categoria dos indexados à inflação que não somente entregaram retornos bem acima do CDI historicamente como atingiram patamares de taxas difíceis de desprezar.

Nessa combinação do indexador inflação, da isenção de IR e da melhor saúde de caixa das empresas, os títulos de crédito privado também são uma boa opção, principalmente quando listados em bolsa, garantindo liquidez de 2 dias úteis.

Duas formas de você se expor:

1. Oferta Pública Capitânia Infra (renda fixa isenta listada em bolsa)

O CPTI11 é um fundo de infraestrutura que investe em debêntures incentivadas, atualmente com 49 ativos e exposição média de 2% por ativo. 

A rentabilidade dos títulos que compõem o fundo é, na média, (ponderada pela posição, chamado de “carrego”) de IPCA +8,33% isento de IR. Estimando um IPCA por volta de 3,5% ao ano, estamos falando de uma previsão de 13,63% ao ano isento de IR, o que equivale a 16% de rendimento bruto de IR ao ano.

A duration dos títulos que integram o fundo é de 4,57. Isso quer dizer que o vencimento, juros e amortizações dos títulos que tem dentro do fundo posseum um prazo médio ponderado pouco acima de quatro anos e meio.

Recomendamos que você fique investido para prazos acima de 2 anos, mas a liquidez do fundo é de somente dois dias caso precise resgatar. Essa é uma das vantagens de um fundo listado em relação a um fundo tradicional de debêntures, em torno de 30 dias.

Entre gestoras como JGP, Kinea, XP… a Capitânia é uma das mais tradicionais no segmento renda fixa e acaba de completar 20 anos de mercado, gerindo patrimônio acima de R$ 25 bilhões.

Confira a lâmina mensal do fundo.

2. Títulos Público IPCA+ (NTN-B)

Essa opção é para clientes mais conservadores, que não querem se expor ao risco de crédito de empresas privadas. Por outro lado, você se expõe ao nosso indexador preferido no momento, que são os títulos indexados à inflação.

Dado as últimas notícias e eventos nacionais e globais, os últimos dias passaram por grande volatilidade no mercado. Olhando para a atual estrutura da curva de juros real do Brasil, as NTN-Bs (títulos atrelados à inflação) com prazos acima de 2035 estão em taxas próximas a IPCA +6%a.a.

Olhando para o gráfico abaixo, vemos que a taxa dos títulos da NTN-B subiu este ano, mesmo com a Taxa Selic caindo. Isso aconteceu porque a própria trajetoria de queda prevista da Taxa Selic vai ser numa velocidade menor. Mesmo sendo mais conservados que as debentures inventivadas mostradas acima, a rentabilidade da NTN-B bateu de longe a maioria dos principais indicadores brasileiros entre eles o CDI.

 

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?