Max e Tonello dão possível gatilho de compra para CYRE3

nick-chong-N__BnvQ_w18-unsplash

Os analistas Max Bohm e João Tonello compartilharam suas visões sobre o desempenho de LWSA3, SMTO3, CSMG3, CYRE3 e IGTI11 na live do Ação e Reação desta semana, realizada na última segunda-feira (29), no canal da Nomos TV

Cyrela [CYRE3]

Esperar momento

CYRE3 cai 13% em abril e 10% no ano. De acordo com Max, “o papel está muito barato”, negociando a 0,9 vezes Preço/Valor Patrimonial – preço de uma ação dividido pelo valor patrimonial – e 7 vezes EV/Ebitda. 

“A empresa é de qualidade, e divulgou dados operacionais muito bons do primeiro trimestre, e também deve soltar resultado bom”, afirmou. 

Nos gráficos, Tonello explica que a ideia do ativo era descansar e acelerar a movimentação de alta, por meio de um cup and handle – figura de xícara –, mas, para isso, não podia perder LTA – linha de tendência de alta.  

Desempenho semanal de CYRE3 em 29 de abril de 2024. [Fonte: João Tonello/TradingView]

Entretanto, ele continua, os juros vieram diferentes do que o mercado esperava, perdendo a LTA, mas encontrou suporte forte no pivô de alta, na região de R$ 19,82, a qual o analista não vê o papel perdendo. 

“Se a gente pensar no custo-benefício de ter a ação, eu acredito que esteja bom”, refletiu. “A gente está pagando barato por uma empresa sólida, então é um risco baixo.”

Para compras, Tonello sugere um setup específico, que pode até ser de rompimento, sem precisar de fechamentos, mas destaca R$ 21,30 como bom patamar para novas acelerações compradoras. 

Iguatemi [IGTI11]

Esperar momento

Com a abertura de juros, Max frisa que IGTI11 sofreu, assim como Allos [ALOS3]. Por outro lado, Multiplan [MULT3] divulgou um resultado “muito bom” na semana passada, o que pode ser um proxy “interessante” para Iguatemi.

O ativo cai 6% no mês, e 9,5% no ano, negociando a 7 vezes EV/Ebitda, e a 12 vezes Preço/Lucro, o que para o analista é chance de compra. 

“Para mim, foi uma queda exagerada que fizeram com os shoppings após a abertura de juros, e acredito que é uma ótima oportunidade por fundamento”, declarou.

Tonello também vê o ativo com bons olhos, trabalhando acima de uma LTA nos gráficos. “O ativo tem tudo para tentar acelerar, e fazer movimento de continuação de alta”, salientou.

Desempenho diário de IGTI11 em 29 de abril de 2024. [Fonte: João Tonello/TradingView]

Porém, ele explica que tudo depende de dados. Caso aconteçam mais problemas de emprego norte-americano, ele argumenta que algumas companhias podem surpreender para baixo. 

Neste cenário complexo, caso os juros desçam, o ativo irá “stopar” de uma vez. Sendo assim, ele ressalta IGTI11 como oportunidade de comprar, na região de R$ 22,00

“Tudo é oportunidade, mas tem que ter esse gatilho para a gente ir na certa”, afirmou.

São Martinho [SMTO3]

Esperar momento

Ainda que o álcool esteja se recuperando, subindo 30% este ano após chegar em mínimas históricas em 2023, Max salienta que São Martinho não está acompanhando o movimento.

SMTO3 cai 1,5% em 2024, e negocia a 3,7 vezes EV/Ebitda, e 9 vezes Preço/Lucro (P/L) – indicador formado pela relação entre o preço atual de uma ação dividida pelo lucro por ação desse ativo. A Raízen [RAIZ4], ele exemplifica, negocia a 4,2, ou seja, São Martinho negocia com desconto em relação a Raízen, o que o torna um papel “interessante” por fundamento.

Já nos gráficos, Tonello aponta que esperaria um pouco. De acordo com o analista, SMTO3 tenta fazer movimentação de repique, o que ele vê como positivo, ao mesmo tempo que a companhia tende a seguir o gráfico futuro de açúcar.

Desempenho diário de SMTO3 em 29 de abril de 2024. [Fonte: João Tonello/TradingView]

“Caso o mercado consiga fazer esse repique do açúcar, a gente teria ali uma tentativa de repique em São Martinho”, explicou. 

Desempenho semanal dos futuros de açúcar em 29 de abril de 2024. [Fonte: João Tonello/TradingView]

Ele destaca que há espaço de alta até R$ 30,50, possível para compras, mas que a gestão de risco é complicada, pois a ação possui seis pulsas de alta e seis pulsas de stop. 

“A São Martinho é uma empresa que graficamente eu não gosto muito”, declarou.

Copasa [CSMG3]

Esperar momento

Max pontua que Copasa era a empresa mais barata do setor de saneamento em agosto do ano passado, Atualmente, seus múltiplos estão no mesmo patamar que os de Sanepar [SAPRA4]. “Talvez, nesse momento, Sanepar possa ser um case mais interessante”, ponderou. 

A analista ressalta que CSMG3 sobe 9% em 2024, e 43% nos últimos 12 meses, negociando a 4 vezes EV/Ebitda, e 4,8 vezes P/L. O papel também paga dividend yield “interessante”, acima de 9%.

Graficamente, Tonello explica que o mercado foi para baixo, testando zona de suporte anteriormente rompida, e foi muito bem recebida pelos compradores nesta região. Além disso, ele aponta que o mercado retomou “bem” a movimentação de Copasa, e a ação está descansando para possíveis novos rompimentos. 

Desempenho semanal de CSMG3 em 29 de abril de 2024. [Fonte: João Tonello/TradingVie]

“Enquanto o ativo estiver trabalhando acima dessa movimentação de retomada desse candle verde [sinalizado no gráfico], eu sou comprador, acreditando que ele venha descansar mais um tempo para tentar fazer movimentações de push”, argumentou. 

Diferentemente de Sanepar, o analista explica que CSMG3 mostra mais resiliência, defesa, e interesse comprador no mercado atualmente.

LWSA [LWSA3]

Não é momento

Ao comparar os múltiplos de LWSA com o par internacional mais similar Shopify, Max aponta que o segundo negocia a 13 vezes Preço/Receita – indicador que relaciona receitas de vendas e valor de mercado de cada companhia –, enquanto LWSA3 negocia a 1,8 vezes,  “com grande desconto”. 

Além disso, a companhia brasileira está negociando abaixo de 9 vezes EV/Ebtida – indicador que relaciona o valor da companhia (EV) e o seu Ebitda (geração de caixa) –, o que o analista diz ter visto poucos vezes para uma empresa de tecnologia. 

Paralelamente, LWSA3 cai 19% no mês, “uma queda muito exagerada”, e 21% no ano, segundo Max. Ele afirma ainda que a companhia tem R$ 300 milhões de caixa líquido, já considerando todos os pagamentos em aquisições, e negocia abaixo do valor patrimonial, a 0,9 vezes.

“Ou seja, eu vejo aqui vários indicadores de fundamento que me fazem crer que comprar LWSA a R$ 4,80 seria uma ótima oportunidade”, explicou. 

É claro, o analista prossegue, pode ser que no curtíssimo prazo a companhia sinta o efeito dos juros abrindo. Porém, a médio e longo prazo, Max vê uma simetria, com margem de segurança “bastante interessante”. 

Em contrapartida, Tonello ressalta que o mercado ainda precisa reformar uma tentativa de repique do ativo nos gráficos para que compras sejam possíveis, visto que LWSA3 está em região de suporte, fazendo um pivô de baixo atrás do outro. Ao mesmo tempo, o mercado faz gap de aceleração no papel, testando a região de suporte. 

Desempenho semanal de LWSA3 em 29 de abril de 2024. [Fonte: João Tonello/TradingView]

O analista destaca que é possível que a ação tente fundo duplo, Dinapoli, ou algum tipo de movimentação para repique. Mas que, por enquanto, isso ainda está pendente. 

“Eu não vejo ainda um sinal de recuperação para aceleração, então espero um pouco mais”, concluiu.

 

Assista à live completa:

 

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?