McDonald’s voltará a abrir restaurantes na Ucrânia

WXYSFPXOZRJVPP7VLI23H6HTXY

O McDonald’s comunicou hoje (11) que planeja reabrir seus restaurantes na Ucrânia nos próximos meses, um sinal precoce de que as empresas ocidentais vão retornar ao país mesmo com a guerra contra a Rússia a todo vapor.

A maior rede de hamburguerias do mundo fechou todos os seus restaurantes na Ucrânia e na Rússia em março, após a invasão de Moscou ao país do leste europeu. Ao deixar o território russo, eles alegaram que a “crise humanitária causada pela guerra na Ucrânia e o ambiente operacional imprevisível precipitado levaram o McDonald’s a concluir que a propriedade contínua do negócio na Rússia não é mais sustentável, nem consistente com os valores da marca”, conforme reportado pela CNN Brasil no mês da saída.

A Rússia e a Ucrânia representavam cerca de 9% da receita total da empresa no ano passado, e muitos desses restaurantes eram de propriedade da empresa, não de franqueados. A repórter de alimentos do Wall Street Journal Annie Gasparro explicou que o McDonald’s empregava 62 mil pessoas e, desde que fecharam temporariamente, continuaram pagando seus funcionários. Portanto, essa decisão não teve apenas um forte impacto na economia russa, mas também na vida dos consumidores e dos funcionários. “Assim, o McDonald’s ficou preso nessa posição difícil, pois sua decisão não afeta apenas o país e os funcionários que administram o país, mas tem um grande impacto nos russos todos os dias”, comentou.

A multinacional tinha 109 restaurantes na Ucrânia, mas não especificou quantos planeja reabrir. A empresa vendeu a maioria de seus 850 restaurantes na Rússia para um de seus licenciados locais em maio.

A decisão de reabrir ocorreu após “extensa consulta e discussão com autoridades, fornecedores e especialistas em segurança ucranianos, e em consideração ao pedido de nossos funcionários para retornar ao trabalho”, disse Paul Pomroy, chefe de operações internacionais do McDonald’s, em mensagem para funcionários.

O fast food disse que está trabalhando com fornecedores para levar produtos aos restaurantes e trazer os funcionários de volta ao local com protocolos de segurança aprimorados. A reabertura começaria a partir dos restaurantes em Kiev e no oeste da Ucrânia, áreas mais protegidas do conflito.

No início deste ano, o governo da Ucrânia iniciou um programa para realocar empresas de áreas devastadas pela guerra para o oeste, procurando evitar mais danos à economia local. O KFC e a proprietária do Pizza Hut, Yum Brands, disseram no início deste mês que quase todas as lojas no país foram reabertas.

(Com Reuters e Dow Jones Newswires)

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?