Petrobras (PETR3; PETR4) lidera baixas do Ibovespa; minério é impulsionado por estímulo chinês

Petrobras

O Ibovespa opera em alta modesta nesta quinta-feira (25), reduzindo valorização após as ações da Petrobras (PETR3; PETR4) virarem para o vermelho. Os ativos da estatal lideram as baixas do Ibovespa, com recuo de 2,38% PN e 2,14%.  

O índice registra seu terceiro pregão de ganhos, mas o movimento esbarra na cautela dos investidores com incertezas do mercado internacional, redução da liquidez e instabilidade no mercado de commodities

Nesta manhã, um dos destaques para o mercado foi a segunda leitura do PIB dos Estados Unidos no segundo trimestre, que apontou recessão técnica no país. Ao mesmo tempo, os investidores acompanham o início do seminário de Jackson Hole, nos Estados Unidos, que terá seu ponto alto amanhã (26), com o discurso do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell.

“O bom humor é limitado pela expectativa em torno do pronunciamento de Jerome Powell amanhã, onde é esperada a manutenção de um posicionamento duro no combate à inflação. Também repercutem nesta manhã declarações do dirigente do Fed Raphael Bostic, que afirmou que será o caso de uma nova alta de 0,75 p. p. nos juros se os dados continuarem fortes”, disse Silvio Campos Neto, economista-chefe da Tendências.

Hoje, as aéreas dão continuidade ao movimento de recuperação dos últimos pregões e disputam as maiores altas do Ibovespa. A tendência é apoiada pela perspectiva de desaceleração da inflação e dos juros futuros. 

Os papéis da Azul (AZUL4) e da Gol (GOLL4) disputam as primeiras posições da lista, com valorização de 6,20% e 6,02%, respectivamente. Logo em seguida, estão as ações da IRB (IRBR3), com alta de 5,47%, após anúncio de que a resseguradora fará uma oferta pública primária de ações.

O dólar opera em queda, depois de subir durante boa parte da manhã. O economista-chefe da J.F. Trust, Eduardo Velho, avalia que a revisão da segunda leitura do PIB dos EUA de contração de 0,6% foi melhor em comparação à primeira leitura de -0,9%, mas o mercado segue dividido sobre a próxima alta de juros em setembro, o que reforça proteção em dólar.

🇧🇷 Ibovespa +0,08% (112.988)

💵 Dólar +0,10% (R$ 5,11)

Cotações registradas às 12h45

 

Commodities

O petróleo opera em queda, após o presidente da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), Bruno Jean-Richard Itou, se dizer aberto a cortes na produção, em linha com uma recente proposta do ministro de energia saudita, Abdulaziz bin Salman, diante da volatilidade nos preços da commodity.

Embora o presidente da Opep não tenha poder de decisão, o detentor do cargo costuma expressar o consenso que emerge no grupo.

No começo da semana, Abdulaziz disse que produtores de petróleo poderão reagir à volatilidade no mercado, “inclusive por meio de cortes na produção a qualquer momento e de diferentes formas”.

O minério de ferro fechou em queda, após registrar alta nos últimos dias, impulsionado pelo anúncio de estímulos econômicos na China.

Em comentário a clientes, o sócio da Ajax Rafael Passos lembra que os estímulos do governo chinês têm contribuído para os ganhos de commodities dos últimos dias, mas devem ser insuficiente para alterar a dinâmica mais negativa da economia no médio prazo. A China tem reportado problemas no sistema hídrico e elétrico, com racionamento em diversas regiões, após enfrentamento no período de seca. “Ou seja, o crescimento do segundo semestre de 2022 segue comprometido”, diz.

🛢 Brent +0,12% (US$ 101,34)

🛢 WTI -0,24% (US$ 94,66)

🇨🇳 Minério de ferro -0,2% (US$ 102,99)

Cotações registradas às 12h45; minério de ferro referente a Dalian

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE

Assine o TradeNews Express!

PUBLICIDADE

A Newsletter mais completa do mercado está de cara nova!

Preencha o formulário e cadastre-se para receber todos os dias.

Saiba os meses que as empresas devem pagar proventos em 2024 e monte sua carteira vencedora

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?