Meta, Google e Twitter assinam acordo para combater fake news

Meta, Google e Twitter assinam acordo para combater fake news


As empresas Meta,  Alphabet , Twitter e a Microsoft concordaram em adotar uma linha mais dura contra a desinformação, após a atualização do código de práticas da União Europeia, que prevê a aplicação de multas pesadas caso não seja cumprido.

Mais de 30 signatários, incluindo órgãos de propaganda, se comprometeram com a atualização do Código de Práticas em desinformação, afirmou a Comissão Europeia.

Os signatários concordam em fazer mais para combater os chamados “deep fakes”, as contas falsas e a propaganda política, e o não-cumprimento pode levar a multas de até 6% do turnover global da empresa, afirmou uma executiva da UE, confirmando uma reportagem da Reuters da semana passada.

As empresas, que incluem o TikTok e a plataforma de streaming de e-sports Twitch, da Amazon, terão seis meses para se comprometer com suas promessas e terão de apresentar um relatório de progresso no início de 2023.

“O novo código é prova que a Europa aprendeu suas lições e que não somos mais ingênuos”, afirmou a vice-presidente da Comissão, Vera Jourova, em entrevista coletiva.

Ela disse que a invasão da Ucrânia pela Rússia, a pandemia de Covid-19, e a retirada do Reino Unido da União Europeia aceleraram a repressão da UE às notícias falsas.

Compartilhe em suas redes!

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Receba o TradeNews no seu e-mail

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?